Jovens se reúnem para ajudar na tradução da Bíblia

Jovens se reúnem para ajudar na tradução da Bíblia

Atualizado: Terça-feira, 5 Abril de 2011 as 8:19

A Conferência Paixão em Fort Worth, Texas (EUA), realizada neste fim de semana, ultrapassou a meta estabelecida de mais de 227 mil dólares para financiar um projeto de tradução da Bíblia em Mali, África.

Atualmente, os habitantes de Mali não têm acesso à Bíblia em sua própria língua. Mas com o dinheiro doado pelos alunos da Conferência Paixão 2011, as pessoas receberão a tradução de 90 histórias da Bíblia na língua nativa nos próximos cinco anos.

"Eles não têm um verso da Bíblia em idioma", enfatizou Louie Giglio, fundador da conferência Paixão. "Deus nos escolheu para colocar a Escritura nas mãos de 500 mil pessoas em Mali", afirmou ele.

No último dia da conferência, os alunos arrecadaram 227.418 dólares, superando a meta de 220.350 dólares para financiar integralmente a tradução.

Agora o ministério pretende apresentar aos alunos às causas globais, oferecendo-lhes formas de colocar sua fé em ação. Os próximos focos do ministério são o fornecimento de poços de água potável para as aldeias remotas, os micro-empréstimos para as famílias pobres no Afeganistão, comida para as crianças na África do Sul, casas para famílias desabrigadas pelo terremoto no Haiti, a formação profissional para resgatar jovens do comércio sexual, e cirurgias para bebês em Uganda que sofrem de hidrocefalia.

Durante o evento, Giglio anunciou o mais novo motivo para fazer alguma outra campanha. Durante os próximos 60 dias, os quase 10 mil alunos da Paixão 2011 serão responsáveis por espalhar a palavra sobre o Haiti.

A campanha Haiti visa arrecadar dinheiro para comprar equipamento pesado para remover escombros deixados pelo terremoto do Haiti no ano passado. Os organizadores destacam que tomaria seria necessário um mês de trabalho de 10 trabalhadores para limpar uma casa de dois andares, mas uma escavadeira e um caminhão podem fazer o mesmo trabalho em um dia.

"Muitos dos problemas que afligem a reconstrução do Haiti são complexas, mas juntos, podemos ajudar a abrir caminho, criando a possibilidade para as famílias, escolas, empresas e igrejas, para se reerguer novamente".

A campanha elevou a 72.835 dólares da meta de 739.020 dólares para o parceiro Samaritano para remover os escombros no Haiti, utilizando equipamento pesado.

Além das várias causas globais, os alunos que participam da conferência Paixão também doaram mais de 5.700 e 31.200 mil toalhas para os sem-teto da comunidade local. Eles também doaram mais de 14 mil dólares para compra e envio de redes mosqueteiras para as pessoas em África.

"Fazer alguma coisa é a nossa forma de paixão", disse Giglio. "Trata-se de ação e estilo de vida. Se a nossa adoração é para Deus, temos de combinar isso com tudo o que temos para tocar as pessoas em nome de Jesus", conclui.

veja também