Kirk Franklin recebe a imprensa

Kirk Franklin recebe a imprensa

Atualizado: Segunda-feira, 2 Junho de 2008 as 12

Por Claudia Moraes

Kirk Franklin chegou a São Paulo na sexta-feira, 30 de maio, para apresentação de sábado, e suas primeiras palavras aos jornalistas foram: "Back, back, back..." - voltei -, antes mesmo da intérprete entrar na sala para fazer a tradução, ao mesmo tempo batia com a mão no peito.

Atencioso, Franklin respondeu as questões dos presentes, durante uma coletiva de imprensa, no Hotel Hilton, e posou para fotos. O cantor norte-americano garantiu que teve saudades do Brasil - a primeira apresentação em terras brasileiras foi em janeiro de 2005 - e demonstrou estar alegre em voltar.

Acompanhe abaixo a opinião de Kirk Franklin sobre os temas abordados.  

Marcha para Jesus

É muito bom ver o mover de Deus, apesar de toda negatividade que existe no mundo. Este país é muito especial. Desde a última vez que estive aqui, minha vida foi impactada, foi demais para mim.

O que pretende escrever no coração dos brasileiros

Quero escrever que Deus quer se comprometer com todo mundo. Não amar a Deus e ao mundo da mesma forma. Quero que todos saibam que neste mundo, nós teremos aflições. É por isso que os nossos corações têm que estar casados com Ele. E é isso que eu quero que todos saibam. O que o show faz é colocar a base, a mesa, mas a alimentação é Jesus.

Intérprete e adorador

O intérprete é como se fosse um couvert, uma comidinha antes de uma refeição. O artista simplesmente chama as pessoas para vê-lo. Mas daí quando os corações das pessoas estão abertos, você pode ir lá, compartilhar a fé e guiar as pessoas à adoração. A interpretação é só uma ferramenta, a adoração é o propósito.

Preparação

O que eu aprendi, é fazer disso tudo um estilo de vida. Ao invés de se fazer rituais antes de cada show. Eu tento fazer com que a performance do palco seja o transbordar daquilo que eu realmente sou. Tem uma frase que eu sempre sigo "Você é tão forte na sua casa, como na sua vida pública".

Composições

Eu acredito que eu nunca escrevi uma música na minha vida. Deus é o poeta, eu sou simplesmente a caneta. É o meu dever escrever aquilo que Ele fala. O meu trabalho é estar cheio de tinta.

Celebridade

Eu acredito que estes momentos têm que ser ordenado por Deus. É muito fácil você ser tentado a entrar no mesmo ambiente. Muitas vezes eu não tive sucesso nestes ambientes. Mas o Espírito [... Santo] sempre me lembrava que eu não era como eles. Eu sou chamado para ser diferente no meio deles.

Algumas vezes eu tenho sucesso e algumas vezes eu falho. Mas eu sempre sou chamado para ser sal e luz. No entanto, eu tenho que ser chamado para fazer. É muito fácil você querer ir até lá fazer, porque é muito maior, tem muito mais flash, e é muito fácil você acabar entrando nesta armadilha.

Estas não são portas que nós temos que criar, são portas que Deus tem que abrir. Se Ele escolher abri-las e, se Ele não escolher, isso não tira o propósito no meu ministério. Uma pessoa ou um milhão, Ele é a estrela.

Samba

Alguém tem que me ensinar, porque eu não quero estragar.

Kirk Franklin traz seu modo único de adoração ao Brasil  

Fotos: Rodrigo Borba

veja também