Lição Bíblica (III): Gente boa

Lição Bíblica (III): Gente boa

Atualizado: Segunda-feira, 27 Janeiro de 2014 as 2:15

Lição Bíblica (III): Gente boaBaraque não era nada bobo. Disse que só iria para a guerra se Débora fosse com ele: "Se fores comigo, irei" (Jz 4:8). 
 
Não é à a toa que ele está na lista dos heróis da fé... da fé não só em Deus, mas, também, da fé em quem Deus usa. 
 
Débora era mulher, mas não era uma mulher qualquer. Era uma mulher usada por Deus. Os seus lábios não eram como os lábios de Isaías, antes da visão, sujos. 
 
Os seus lábios eram inspirados por Deus. Deles saiam palavra de Deus (Jz 4:4), palavra que "é aguda como um bisturi e capaz de cortar tudo, seja dúvida, seja desculpa, mantendo-nos abertos para ouvir e obedecer" (Hb 4:5, A Mensagem). 
 
Quem não quer ter gente assim ao lado? Eu quero! Eu quero que vá comigo gente boa. Gente que não busca os seus próprios interesses. Gente que quando põe a mão no arado, não olha para trás. Gente pronta para ouvir, tardia para falar e para se irar. Gente que não se queixa o tempo todo dos irmãos. Gente que não gosta de devoção para fora, para os outros. Gente que diz "tenha bom ânimo" e "não tema", quando os ventos são contrários. Gente que não pensa de si mesmo além do que convém, nem aquém do que convém, mas com moderação, segundo a medida da fé. 
 
Enfim, gente que tem prazer na lei do Senhor e na sua lei medita, pensa, reflete, não uma vez ou outra, não de vez em quando, não quando sobra tempo, mas sempre, de dia e de noite.
 
Por Genilson Soares da silva, Teólogo, Pastor (IAP).
 
via facebook (https://www.facebook.com/g.s.dasilva.9)

 

veja também