Líder cristão critica erros de entendimento sobre igreja, pastor e dízimo

Líder cristão critica erros sobre igreja, pastor e dízimo

Atualizado: Sexta-feira, 9 Novembro de 2012 as 2:41

 

Ádryan Krysnamurt Edin da Luz é líder do 'Eu Quero Uma Igreja', movimento que propõe uma nova reforma protestante.
 
Em email ao The Christian Post, o líder destaca três pontos da fé cristã usadas de forma errada: 1) Hierarquia Eclesiástica; 2) O termo igreja empregado de maneira equivocada; 3) Dízimo, ofertas e coletas.
 
“Existem sim pastores, no original, 'hêgeomai', Hebreus 13:17 - são guias espirituais, e não pessoas com títulos ostentados por status, vaidade pessoal, poder, fama ou qualquer outra obra da carne”, diz Ádrian, que defende que pastor não é título.
 
Além do pastor, o líder explica o que são os outros trabalhadores da igreja:
 
Cooperador: todos são, os que cooperam, desde o que tem vocação para pastor até ao membro do corpo que coopera;
 
Diácono: são serventes, servidores (em Atos 6, sete servidores foram escolhidos para servir às mesas);
 
Presbíteros, anciãos e bispos (são a mesma coisa, apenas oriundos de idiomas diferentes): exercem função de guias espirituais;
 
Apóstolos: aqueles que são enviados, como são os missionários;
 
“O que pode existir hoje, são os enviados, mas que não podem ostentar o título de missionário fulano ou ciclano. Título só o de Cristo, nosso Sumo Pastor. E assim por diante”, garante.
 
Sobre a igreja, Ádrian diz que igreja física não existe.
 
“Não existem igrejas de pedras, gesso, metal, vidros, madeiras... ! A igreja fulana de tal, (denominação) isto não existe! São apenas projetos, denominações, religiões, organizações, instituições, sistema religioso com CNPJ, pessoa jurídica, seja o que for, mas nunca, nunca usar o termo IGREJA.
Então, igrejas somos nós, com 'is' minúsculos, e, Igreja com 'i' maiúsculo só tem UMA IGREJA".
 
Para Ádryan, o termo “dízimo” nem sequer deveria ser utilizado. O líder defende a ideia de que o fiel só deve doar segundo o seu coração.
 
 
com informações do Christian Post
 

veja também