Líder da Juventude Batista de Vitória fala sobre o que é ser cristão

Líder da Juventude Batista de Vitória fala sobre o que é ser cristão

Atualizado: Sexta-feira, 17 Junho de 2011 as 1:37

Grande parte da sociedade brasileira está afundada na imoralidade, nas drogas, na idolatria, na pornografia, na homossexualidade, na desvalorização da família, na violência e na injustiça social. O Brasil possui 40 milhões de evangélicos e diante disso, sem querer colocar a culpa nos cristãos, o Líder da Juventude Batista de Vitória (Jubavit), Jorge Rodrigues levanta a seguinte questão: será que temos buscado fazer a diferença que deveríamos fazer de forma que os problemas sejam, pelo menos, minorados?

A intenção de Jorge Rodrigues é fazer uma reflexão à luz da palavra de Jesus, do que está escrito nos evangelhos que dizem: "bem-aventurados aqueles que têm fome e sede de justiça, pois dos tais é o reino dos céus". "O coração fica angustiado e vem o forte desejo de ser instrumento do senhor para contribuir para que esses problemas acabem ou, no mínimo, diminuam. amados, sem fazer muita força, chega-se à conclusão que, em grande parte, os cristãos do nosso Brasil estão conformados com este mundo e estão criando seus alicerces na terra e não no céu", declarou.

Ele ressalta que os Cristãos estão voltados para si mesmo e têm transformado as igrejas em grandes "clubes para encontros sociais", mas não querem as aflições de cristo que levam ao céu. "O evangelho verdadeiro nos traz libertação, salvação, benção de deus, mas traz muito mais sofrimentos e angústias, pois fomos chamados pra morrer neste mundo e não pra viver os luxos e facilidades que essa vida oferece", refletiu.

Também fala a respeito da liderança da igreja e como esta tem se acomodado nas atividades da igreja. "Precisamos de líderes indignados! precisamos de cristãos indignados! Quantos líderes já se conformaram e não lutam mais. Se nós líderes nos acomodarmos, como poderemos levar o povo verdadeiramente aos caminhos abençoados, porém sofríveis de Cristo Jesus? não podemos sucumbir diante de babilônia, como o profeta Daniel, precisamos nos manter fiéis", afirmou.

Para Jorge, ser Cristão é ter a consciência que as mudanças podem não acontecer como se espera que elas aconteçam ou simplesmente elas podem não acontecer, pois, os Cristãos também podem escolher negligenciar o chamado que todos nós temos de ser luz nesse mundo e de ser um agente relevante na nossa sociedade, de sermos cidadãos que se indignem com as injustiças que ocorrem à nossa volta, mesmo assim, ele aconselha a continuar lutando!

Ele também complementa que ser cristão, além de orar e de se reunir como igreja nos finais de semana ou no meio de semana nos prédios aos quais chamamos "templos" e "casa de Deus", é estar em ação neste mundo. é se posicionar, é não se esconder, é assumir seus erros e pecados numa incansável busca pela santidade. "Ser cristão é se misturar com o povo e levar o perfume de cristo. é voltar a sermos humanos, a sermos gente e tirar nossas capas religiosas vazias e de aparência que mais afastam as pessoas de nós do que as ajuntam a nós", desabafou.

O que o Brasil e o mundo precisam é de homens e mulheres com o caráter e a vida verdadeiramente trabalhadas por Deus, e isso só é feito no meio dos sofrimentos e aflições do evangelho. O líder finaliza dizendo que os Cristãos precisam continuar lutando para que as situações mudem. "Seja um Cristão teimoso, lute contra a maré do conformismo, do pecado e da religiosidade. Precisamos romper com regras humanas e voltarmos para os santos princípios do Senhor, pois Ele continua o mesmo e seus princípios nunca mudam", completou.

"Que Deus nos conceda um coração indignado e que ele não veja em nós uma geração omissa e amoldada a esse mundo que será destruído. essas são apenas reflexões do meu coração, jamais insultos ou provocações vazias".  

veja também