Líder religioso quer maior envolvimento dos pais na educação sexual dos filhos

Líder religioso quer maior envolvimento dos pais na educação sexual dos filhos

Atualizado: Quarta-feira, 15 Junho de 2011 as 10:35

O pastor da Igreja Metodista Unida em Angola, no Huambo, Francisco da Gama, pediu hoje maior envolvimento dos pais na educação sexual dos filhos, de forma a minimizar o elevado número de gravidez precoce no país.

Em declarações à Angop, o religioso disse ser necessário que os pais estejam cada vez mais próximos dos filhos e dos adolescentes, em particular, transmitindo-lhes mensagens sobre as consequências da vida sexual, que passam pela gravidez prematura e na obtenção do Vih/Sida.

Precisou que a máxima participação dos pais na transmissão de matérias ligadas a “educação sexual” poderá minimizar o elevado número de gravidez precoce em Angola e na redução de doenças sexualmente transmissível.

“Adolescência é uma fase muito frágil, que se deixa levar por tudo aquilo que assiste e vê. Por isso é necessário orientar os adolescentes e jovens para saberem decidir por si, sem correrem riscos, como abster-se da prática sexual”, frisou.

Para o reverendo, a falta de acompanhamento dos pais na vida sexual dos filhos tem causado diversos problemas para a sociedade, como é o caso de adolescentes com idades inferiores a 15 anos já com filhos.

Segundo o religioso,"a importação de novelas tem incentivado os adolescentes a prática de sexo, sendo, portanto, necessário que os pais estejam sempre perto para instrui-las sobre o retrato e ponto culminante do episódio.

Acrescentou que as crianças, adolescentes e jovens não acompanham a novela para tirar as ilações positivas, apenas adapta-se facilmente nas coisas insurrectas, ao invés do que pode ajudar o seu progresso.

veja também