Liderança mundial adventista destaca missão, reavivamento e reforma

Liderança mundial adventista destaca missão, reavivamento

Atualizado: Sexta-feira, 22 Julho de 2011 as 3:55

Durante uma visita no início deste mês, na Alemanha, o pastor Ted Wilson, presidente mundial da Igreja Adventista, e outras autoridades da Igreja apoiaram líderes locais em seu empenho por evangelização e destacaram a base bíblica das crenças da Igreja Adventista durante as discussões sobre unidade teológica.

Pastor Mark Finley, assistente do presidente para evangelismo, disse que temas comuns surgiram durante diálogos diferentes, incluindo questões sobre a iniciativa de Reavivamento e Reforma, da denominação. "A Alemanha tem uma variedade de questões teológicas que estão sendo discutidas desde extremidades diferentes de um espectro", disse Finley.

A respeito da palavra "reavivamento", Finley disse que é "a renovação da graça espiritual na alma. Reavivamento é algo que cada geração precisa antecipar e experimentar. É o mover do Espírito Santo no coração, vida, mente e alma. Por ser a nossa natureza caída estamos constantemente em necessidade de renovação espiritual - como diz Lamentações 3:23: 'Suas misericórdias se renovam a cada manhã'".

Finley definiu "reforma" como "a reestruturação dos padrões de pensamento para viver uma vida à imagem de Cristo, pensar os pensamentos de Jesus. É preciso ter o pensamento reformado antes de se poder ter reformado o comportamento. O que Deus anseia é por pessoas que estejam comprometidas com Ele. Às pessoas que tenham uma fidelidade não-dividida em seus corações, o Espírito de Deus vai cuidar de seu comportamento".

Muitas seções de perguntas e respostas com os membros, pastores, professores e alunos ao longo da visita de 10 dias suscitaram discussões semelhantes em outros países. Pastor Wilson e outros líderes internacionais ao aceitarem convites para eventos especiais e cerimônias, muitas vezes incluem diálogos abertos em itinerários.

Vários membros e estudantes também perguntaram sobre as 28 crenças fundamentais da Igreja e a necessidade de aceitar todos elas para ser um adventista fiel. "Nós assinalamos que são todos ensinos bíblicos e não apenas determinados por uma comissão administrativa da sede mundial Adventista" Finley afirma. "A Igreja a nível mundial reuniu-se e discutiu e concordou mutuamente sobre eles. Além disso, se se abandona uma crença, isso impacta seriamente outras. Elas não são uma declaração de credo e estão inter-relacionadas" prossegui.

Finley também indicou que a Igreja adicionou a 28a. Crença Fundamental às 27 originais, como oficialmente se votou em 1980. A nova crença, sobre 'Crescer em Cristo', foi acrescentada em 2005, e a Assembleia da Associação Geral, no ano passado, começou um processo que permitiria a reformulação da crença Adventista sobre a Criação. A iniciativa, que especificamente declara que a Criação foi um evento de seis dias literais, foi recebida com oposição por alguns delegados da Divisão Euro-Africana, que inclui a Alemanha.

A missão da Igreja Adventista une seus membros no mundo inteiro, disse o presidente mundial da Igreja, pastor Ted Wilson, a uma platéia de cerca de 3.500 pessoas durante a convocação. Ainda assim, Wilson disse que não estava preocupado com a unidade da Igreja. "Eu sei que o Espírito Santo está no comando", disse ele, aos participantes da Convocação da Associação da Baviera em Schwaben Halle em Augsburgo, no dia 2 de julho. "A Igreja Adventista foi suscitada para um propósito especial: Difundir a mensagem da salvação. Esta mensagem nos une", disse ele.

Mais tarde, respondendo a uma pergunta sobre por que citava a co-fundadora da Igreja, Ellen White, com tanta frequência nos sermões, Wilson respondeu: "Você pode escrever um sermão maravilhoso sem o uso de uma citação de Ellen White. Seus escritos não devem tomar o lugar da Bíblia, mas acho suas declarações muito úteis, então gosto de citá-las".

Ao longo de seu sermão em Augsburgo e em visitas à Universidade Darmstadt e Friedensau Wilson enfatizou repetidamente que a denominação era um "movimento profético", e que "O Senhor [tinha] confiado uma enorme missão às mãos de Sua Igreja Remanescente de proclamar as três mensagens angélicas, referindo-se a Apocalipse 14.

Ele e outros líderes incentivaram uma ênfase renovada em missão e alcance local, à semelhança dos pioneiros. Hoje, existem cerca de 35 mil membros na Alemanha, abaixo dos cerca de 44 mil membros na década de 1950.

"Creio que os líderes têm a obrigação de criar uma ampla gama de oportunidades para o envolvimento", disse Mike Ryan, vice-presidente geral da Igreja Adventista. Ele afirmou que a tarefa de missões tem sido por vezes definida muito estreitamente como pregar e dar estudos bíblicos. "Se você ler Ellen White verá que o horizonte de oportunidades é muito maior do que os dois métodos. É fornecer comida a alguém doente ou visitar as pessoas na prisão, ou se envolver numa organização comunitária".

"As pessoas precisam escolher um", disse Ryan. Ele disse que o envolvimento em missões tem-se comprovado como o impulso do crescimento da Igreja.

veja também