Livro: Aliança vitoriosa com Deus

Livro: Aliança vitoriosa com Deus

Atualizado: Sexta-feira, 13 Maio de 2011 as 8:29

Uma aliança com Deus levada a sério, a exemplo dos heróis da fé no passado, leva as pessoas a alcançarem a plenitude de Deus

Quando se comenta sobre aliança com Deus, costuma-se lembrar de Noé, Abraão e Moisés, homens que mudaram a história da humanidade, através das atitudes de fé em relação às alianças que fizeram com Deus.

É importante ressaltar que as bênçãos na vida destes heróis da fé não aconteceram simplesmente por terem feito uma aliança com Deus, mas porque eles tinham o coração cem por cento nas Suas mãos.

No livro Aliança com Deus, o bispo Edir Macedo orienta as pessoas a entrarem em aliança com Deus, mostrando o que é uma aliança, como deve ser feita, como foram feitas as alianças no passado e inclusive as maldições decorrentes de uma aliança não levada a sério.

É interessante notar que a Bíblia Sagrada não esconde os erros dos homens que entraram em aliança com Deus, e o autor nos mostra onde eles falharam e quais foram as conseqüências, para que não venhamos a cair nestes mesmos erros.

Na aliança de Deus com Adão, a obediência a Ele assegurava ao primeiro homem uma vida abençoada; afinal, Deus conhece o futuro da humanidade e sabe o que é melhor para ela. A sua desobediência, no entanto, trouxe conseqüências até os dias de hoje, e somente através da obediência ao Senhor Jesus os homens podem se tornar justos.

Nesse período entre a desobediência de Adão e a aliança final de Deus com os homens, através do sacrifício do Senhor Jesus na cruz, várias alianças foram feitas com vários outros homens, sendo explicadas nesta obra, a fim de que o leitor possa aprender com as atitudes que abençoaram esses homens.Na aliança de Deus com Noé, por exemplo, é importante ressaltar a perseverança, pois Noé levou cerca de cem anos da sua vida construindo uma arca, confiando na promessa divina. Já na aliança de Deus com Abraão, ficou evidenciado que Abraão não só tinha fé em Deus, mas também confiava.

O autor afirma que o grande segredo de Abraão é que ele arriscava tudo o que tinha para obedecer a Deus. Não apenas confessava a fé, mas tomava atitudes em função dela. A história de Abraão certamente fortalecerá aqueles que desejam entrar em aliança com Deus. Isaque foi o exemplo de que quando uma pessoa tem a bênção de Deus, é bem-sucedida, não importando onde esteja, pois ele prosperou na terra dos filisteus, colhendo cem vezes mais.

Jacó recebeu a promessa de tomar posse da terra em que estava deitado, tendo uma pedra por travesseiro, pois nada possuía. Moisés, embora tivesse ouvido falar do Deus de Abraão, de Isaque e de Israel durante os seus oitenta anos, somente descobriu suas próprias forças para executar a vontade do Pai após ter tido uma experiência pessoal com Deus.

O autor esclarece ainda, na aliança de Deus com Israel, que a Arca da Aliança representava a Igreja, visto que nela se encontrava o maná, um tipo do “pão da vida”, que é o Senhor Jesus, pois é na Igreja que se encontra o ambiente propício para o desenvolvimento da verdadeira fé cristã. A conquista da Terra Prometida aconteceu por causa da aliança de Josué com Deus, que determinou no coração obedecer à Sua Palavra. O rei Saul, por sua vez, desobedeceu a Deus e, por causa da sua rebeldia às Suas ordens, acabou perdendo a unção que havia recebido, servindo de alerta para aqueles que acreditam ser impossível perder a salvação.

Davi também pecou, mas, por ter a sua vida por inteiro nas mãos de Deus, conseguiu manter sua salvação, embora não deixasse de colher os frutos dos seus erros. Salomão, seu filho, foi bem sucedido enquanto obedeceu à Palavra do Senhor, mas quando seu coração começou a se inclinar para os deuses de suas mulheres estrangeiras, com as quais Deus já havia lhe exortado para que não se casasse, acabou se desviando. Nada que Deus requer do homem é para escravizá-lo ou privá-lo de alguma coisa, pois Ele é onisciente e sabe antecipadamente de todas as conseqüências com respeito a uma atitude contrária à Sua Palavra.

A aliança final e definitiva de Deus com os homens, através do Senhor Jesus, para todos os que O aceitam como Senhor e Salvador, é para que o homem usufrua o melhor desta vida e, no futuro, tenha a vida eterna. O autor esclarece ainda que Deus está pronto para entrar em aliança com quem assim desejar, e que o recebimento do batismo com o Espírito Santo é o selo da aliança com Deus. Leia e receba o melhor de Deus em sua vida.    

veja também