Lobby de pastores evangélicos salva a pele de vereador em Rio Preto

Lobby de pastores evangélicos salva a pele de vereador em Rio Preto

Atualizado: Sexta-feira, 6 Maio de 2011 as 11:39

Um lobby de pastores evangélicos junto ao prefeito  Valdomiro Lopes (PSB) foi crucial para salvar  a pele do presidente da Câmara de Rio Preto, Oscarzinho Pimentel (PPS), que comandou na terça-feira (3), sem qualquer sobressalto, sessão  no Legislativo – a primeira depois da renúncia coletiva dos demais integrantes da Mesa Diretora, na quinta-feira (5).

A interferência permitiu que Oscarzinho saísse do isolamento e comandasse a sessão com a ajuda de vereadores da base aliada do prefeito.

O lobby foi comandado pelo diretor-administrativo da Câmara, João Flávio Martinez, que é pastor evangélico e integra o conselho de pastores de Rio Preto. No encontro com o prefeito, Martinez também levou  Jesus José dos Santos ao gabinete. O diretor, nomeado por Oscarzinho para  o cargo, questionou a renúncia coletiva dos quatro vereadores.“Até um mês atrás falavam bem de Oscarzinho. De repente mudou por qual motivo?”, disse Martinez na terça-feira. A reunião, com cerca de 20 pastores, aconteceu no gabinete do prefeito, no final da tarde de sexta. A partir de então, o chefe-de-gabinete do prefeito, Alex Sandro Carvalho, passou a conversar com vereadores para “contemporizar” a crise no Legislativo.

No domingo de manhã, Alex  conversou com Oscarzinho no condomínio de luxo Dhama 1, onde o prefeito mora. Um dia depois, vereadores chegaram a acordo para recompor a Mesa. O fato amenizou pedidos de renúncia de Oscarzinho e vereadores mudaram o tom e aceitaram recompor a Mesa.

Importante Oscarzinho disse ontem ao BOM DIA que o apoio dos pastores “foi importante”. Ele é evangélico. Oficialmente, o presidente afirma que o grupo se reuniu para “orar” pela Câmara e pelo prefeito. Oscarzinho disse que ontem ocorreu outro ato, que teria reunido 40 pastores. O suplente Altair Pereira, que cumprimentou Oscarzinho ontem no final da sessão, não quis falar sobre o lobby. “Não quero falar sobre isso”,  limitou-se a dizer. Em entrevista ontem, Valdomiro negou interferência na Câmara. “Só falei para ficarem unidos. Não houve interferência do governo”, afirmou. Sobre a reunião com os pastores,  disse que os recebeu como recebe padres e outras pessoas que o procuram no gabinete. “Essa questão não chegou a mim.”

Agradecimento “Foi muito importante. Os pastores oraram pelo presidente da Câmara e pelo prefeito ”, Oscarzinho, falando de si mesmo e de Valdomiro Manobra garante suplentes na Mesa Oscarzinho Pimentel (PPS) se muniu de parecer jurídico para garantir que suplentes possam participar da Mesa Diretora da Câmara. Com os três suplentes ao lado, colocou em votação “precedente” que vai permitir que  suplentes participem da recomposição de cargos. A proposta foi aprovada com apoio de 14 vereadores. Na terça-feira, nova Mesa será formada. Márcio Sansão (DEM) deve ser vice-presidente e  Jabis Busqueti (PTB) primeiro-secretário. Emanuel Tauyr (DEM) e Professor Tadeu (PSDB) vão completar o grupo.  Os três projetos da pauta tiveram votação adiada na terça.  

veja também