Lugares da Bíblia - Megido

Lugares da Bíblia - Megido

Atualizado: Terça-feira, 11 Outubro de 2011 as 11:05

Megido, em Israel, é um importante lugar quando falamos em acontecimentos bíblicos. Era uma das mais importantes cidades das épocas abordadas na Palavra. Escavações mostram que mais de 20 cidades diferentes foram erguidas no mesmo local, uma sobre a outra, por povos diferentes ao longo dos séculos. Hoje, é um dos mais importantes sítios arqueológicos do mundo.

Lá, o faraó Neco matou o rei Josias, que depois foi transportado e sepultado em Jerusalém. Estudiosos concluem que Megido é o lugar onde a profecia do livro de Apocalipse terá seu ponto culminante – não por acaso, o nome da localidade, traduzido para o latim, é “Armageddom”.

A Megido bíblica ficava em uma elevação próxima ao monte Carmelo, no fértil vale do Jezreel. Hoje o local é desabitado. Bem próxima dele está uma povoação com o mesmo nome, em sua homenagem, Tel Meggido. A área de importantes achados históricos foi declarada Patrimônio Mundial da Unesco em 2005, junto com Berseba.

A cidade ficava em uma posição estratégica para a época bíblica, pois estava à beira da Via Maris (Caminho do Mar), uma estrada internacional que começava no Egito, passava pelo vale do Jezreel e ia em direção a Damasco, na Síria.

Mais de duas dezenas de cidades foram erguidas no local, uma sobre a outra, em cerca de 5 mil anos de história. Quando uma era tomada e destruída, os conquistadores construíam uma nova sobre as ruínas, e assim sucessivamente. Após Neco ter matado Josias (leia 2 Reis 23), o lugar foi abandonado e nunca mais habitado novamente.

Por vários acontecimentos, Megido é citada em sete livros da Bíblia: Josué, 1 e 2 Reis, 1 e 2 Crônicas, Juízes e Zacarias. 

No século 20, as escavações arqueológicas no local começaram mais intensamente. As mais importantes se deram entre 1925 e 1939, conduzidas pelo Instituto Oriental da Universidade de Chicago, nos Estados Unidos, revelando construções e artefatos de todas as civilizações que ergueram ali suas antigas cidades. Com o início da Segunda Guerra Mundial, os trabalhos foram encerrados, mas retornaram com força total no final do século, em 1994.

Uma das principais atrações turísticas de Megido é um longo túnel (foto) de 120 metros, antes utilizado como aqueduto e depois como rota de fuga para fora da cidade fortificada, em caso de emergência. Hoje há passeios monitorados, contando as várias histórias dos vários povos que habitaram a região.

veja também