Lula pede que PT "aprenda com os pastores" e se aproxime de evangélicos

Em resposta à declaração de Lula, a ministra Damares alertou que antes do PT tentar uma aproximação precisa considerar alguns fatores importantes.

fonte: Guiame, com informações da UOL

Atualizado: Segunda-feira, 6 Janeiro de 2020 as 11:07

O ex-presidente Lula quer tentar aproximação entre o PT e evangélicos. (Foto: Reuters / Nacho Doce)
O ex-presidente Lula quer tentar aproximação entre o PT e evangélicos. (Foto: Reuters / Nacho Doce)

Após pedido do ex-presidente Lula, o PT está criando núcleos focados em conquistar o eleitorado evangélico nos estados - o qual ele considera que grande parte seja de apoiadores do presidente Jair Bolsonaro. A informação é da Folha de S. Paulo.

Segundo o jornal, o líder petista que saiu da prisão em novembro de 2018 informou a aliados de partido que PT precisa "aprender com os pastores".

"Eles falam bem e o que as pessoas querem ouvir", teria dito o ex-presidente.

Apesar do nome de Lula ainda ter força no partido, o pedido do líder não foi recebido exatamente com entusiasmo pelos petistas. Segundo a Folha, a proposta tem gerado divergências dentro do PT. Enquanto muitos membros acreditam que as tentativas de aproximação com as cúpulas das igrejas estariam fadadas ao fracasso, porque que o partido perdeu o apoio majoritário dos evangélicos, outros pensam que ainda é possível estabelecer um diálogo com algumas bases.

Resposta

A ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves comentou o pedido do ex-presidente e a tentativa do partido - ainda que a contragosto de muitos membros - de criar tais núcleos. Segundo ela, os petistas precisam considerar alguns fatores.

"Por favor, peçam para os membros do tal nucleo vir aqui falar comigo. Adoraria explicar aos membros do núcleo que evangelho e comunismo não combinam! Adoraria explicar a eles que corrupção é pecado! Adoraria também dizer a eles que Deus abomina o aborto, a pornografia, o vício, a mentira e o roubo!", disse a ministra.

"Peçam para os tais membros do núcleo virem falar com uma terrivelmente evangélica", finalizou.

veja também