Lutador do UFC revela como Cristo o salvou após tentativa de suicídio: “Ele estava comigo”

Cody Garbrandt recebeu ajuda de seu irmão e passou a frequentar a igreja, onde se converteu.

fonte: Guiame, com informações do Christian Headlines

Atualizado: Terça-feira, 21 Agosto de 2018 as 4:52

Cody Garbrandt deu seu testemunho em um vídeo do "I'm Second". (Foto:
Cody Garbrandt deu seu testemunho em um vídeo do "I'm Second". (Foto:

O lutador e ex-campeão do UFC Cody Garbrandt revelou em um vídeo como Cristo o salvou quando ele tentou tirar a própria vida. Ele afirma que estava em um "lugar muito escuro" e que Deus usou seu irmão no momento certo.

"Eu sempre soube que Ele estava comigo", disse Garbrandt no vídeo da organização I Am Second. O lutador disse que cresceu em Ohio em uma família de atletas e que ele e seu irmão mais velho, Zach, amavam diversão.

"Meu irmão sempre foi maior, mais rápido, mais forte, mais malvado do que eu", disse Garbrandt ressaltando que tinha "algo a provar". Ele lutou no ensino médio, mas depois começou a usar drogas e isso "consumiu" sua vida. "Eu estava em um lugar escuro, muito escuro", disse ele.

O lutador tentou se enforcar. Ele teria morrido se seu irmão não tivesse entrado e o impedido. Eles se abraçaram e Zach disse a ele que tudo ficaria bem. Isso aproximou Garbrandt de seu irmão e o deixou mais perto de Deus.

"Foi um ponto de mudança para mim na minha vida", disse Garbrandt. “Aquele momento, aquele vínculo e aquela coisa pela qual passamos realmente nos aproximou ainda mais. Começamos frequentando os cultos da igreja juntos. Foi bom estar lá com meu irmão mais velho, adorando a Deus e crescendo em direção a Ele”, contou.

“Então esse foi o começo de um crescente relacionamento com o Senhor através de idas à igreja, através da leitura de diferentes livros sobre o Senhor e fui aumentando minha relação com Ele em um nível espiritual de falar com Ele diariamente”, salientou.

Olhando para seu passado, Garbrandt disse que vê como Deus o "carregou muitas vezes". Ele ressalta: "A rendição é uma palavra estranha para muitos lutadores e foi uma palavra estranha para mim na minha vida", disse.

“Mas há uma hora e um lugar que você precisa se render. E sou sempre grato por poder me render a Ele. Há muitos eventos da vida que eu posso lembrar que Ele estava comigo. Às vezes Ele estaria me carregando, me puxando, me empurrando. Era um poder maior e esse poder maior era Jesus Cristo. Eu sempre soube que Ele estava comigo”.

Confira o testemunho (em inglês):

veja também