Luteranos crescem na Ásia, África e América Latina

Luteranos crescem na Ásia, África e América Latina

Atualizado: Quinta-feira, 19 Março de 2009 as 12

Presentes em 79 países, igrejas filiadas à Federação Luterana Mundial (FLM) registraram um crescimento de 0,21% em 2008 comparado ao ano anterior, passando a somar 68,5 milhões de membros. Contribuíram para tanto o aumento do número de fiéis em igrejas da Ásia, África e América Latina.

Enquanto na América do Norte e na Europa as igrejas filiadas ao organismo ecumênico internacional tiveram uma diminuição de mais de 300 mil membros, denominações da Ásia compensaram essa perda, registrando um acréscimo de 3,26% na sua membresia.

No total, são 8,54 milhões de luteranos em países asiáticos. A maior denominação luterana é a Igreja Cristã Protestante Batak, da Indonésia, com 3,7 milhões de fiéis. Na África, o número de luteranos aumentou 0,7%, passando a contar com 17,2 milhões de pessoas.

A maior denominação luterana da América Latina, a Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil (IECLB) experimentou um aumento de 2% no ano passado, passando a ter 717 mil membros.

Segundo o relatório anual da FLM, o crescimento da IECLB foi maior que o crescimento da Igreja Evangélica Luterana do Brasil (IELB), que conta com 233,4 mil membros, um aumento de 1,4% em relação a 2007. A IELB não integra a comunhão luterana com sede em Genebra.

No total, os luteranos na América Latina e no Caribe somam 1,12 milhão de almas.

A maior denominação luterana do mundo é a igreja sueca, com 6,8 milhões de membros. Na Alemanha, o conjunto das "Landenkirchen" (igrejas regionais) eleva a membresia luterana no país para 12,5 milhões, experimentando um decréscimo de 0,67% em 2008 comparado com o ano anterior.

A Igreja Evangélica Luterana de Hannover, com 2,98 milhões de membros, é a maior denominação filiada à FLM na Alemanha. A maior perda dentre as igrejas luteranas da Europa foi registrada na França, que introduziu um novo critério de contagem e contabilizou 10,4 mil fiéis, o que representa uma diminuição de 74% em relação à membresia registrada em 2007.

O número total de luteranos no mundo, integrados em igrejas filiadas e não-filiadas à FLM, é de 72 milhões de pessoas.

veja também