Mãe de pastor passa mal ao sofrer tentativa de conversão religiosa

Mãe de pastor passa mal ao sofrer tentativa de conversão religiosa

Atualizado: Quarta-feira, 24 Novembro de 2010 as 10:12

Uma idosa de 72 anos, mãe de um pastor, passou mal após seu cabeleireiro de 44 anos tentar convertê-la para a igreja que ele freqüenta. Ambos são evangélicos, porém de ministérios diferentes. O caso aconteceu na manhã de hoje na cidade de Ponta Porã.

Segundo informações do boletim de ocorrência, a idosa chegou até o salão do cabeleireiro e os dois se saudaram. Em dado momento, o cabeleireiro começou a agredir a igreja da mulher com palavras de baixo calão. Além disso, o cabeleireiro disse para a idosa, que é mãe de um pastor, que ela não teria a “alma salva” se não fosse batizada pela igreja dele.

Devido ás agressões, a idosa começou a passar mal e teve de ser levada para o Hospital Regional de Ponta Porã, pois ela ficou bastante abatida e toma remédios controlados. O cabeleireiro foi levado para a delegacia, onde foi lavrado um boletim de ocorrência. O crime cometido foi “se a injúria consiste na utilização de elementos referentes à raça, cor etnia, religião, origem ou à condição de pessoa ou portadora de deficiência”.  

veja também