Magno Malta é convidado para ser a voz contra a legalização da maconha no país

Magno Malta é convidado para ser a voz contra a legalização da maconha no país

Atualizado: Sexta-feira, 15 Abril de 2011 as 9:59

Para quem conhece a história de vida do senador Magno Malta, travar mais uma luta contra as drogas não é nenhuma novidade. A psicóloga especializada em Traumas Mentais, ativista no combate a legalização da Cannabais Sativa no Brasil, Mariza Lobo, esteve em Brasília, com o único objetivo: convidar Malta para ser a voz oficial contra a maconha.

"Vamos provar a todos que os aspectos negativos para usuário, sociedade, família, saúde e segurança são muito maiores que as positivas e que não vale a pena legalizar a maconha. Os pontos principais da campanha são informações sobre os riscos psicológicos, motores, neurológicos, e psiquiátricos", diz Marisa.

Com esta argumentação verdadeira, Magno Malta, prontamente, aceitou ser o representante da Campanha no Senado Federal. “A maconha empobrece os neurônios, além de causar problemas de memória, surtos psicóticos, paranóia, câncer e outros prejuízos. As pessoas que querem legalizar a maconha são os próprios usuários, pois um ex-viciado que já passou por um tratamento e pela experiência, jamais será a favor, sabe como é o sofrimento individual, familiar que envolve o uso da maconha e é isso que vamos mostrar a população", disse o senador, reforçando a própria tese da psicóloga Mariza Lobo.

Para o presidente do Movimento, deputado Franscischini, ex-delegado da Polícia Federal, “vamos provar a todos que os aspectos negativos para usuário, sociedade, família, saúde e segurança são muito maiores que as positivas e que não vale a pena legalizar a maconha. Os pontos principais da campanha são informações sobre os riscos psicológicos, motores, neurológicos, e psiquiátricos”.

Magno Malta vai continuar arregaçando as manga contra  “erva do diabo” que tem desestruturado milhares de lares. “Esta é a minha bandeira. Sou homem de luta e de causas, há 30 anos tiro drogados das ruas. Esta é a minha maior missão, defender os jovens, a família e combater este mal, venha de onde vier. Quem quiser legalizar a maconha vai ter que argumentar comigo aqui no plenário do Senado”, frisou Magno Malta.

veja também