Magno Malta faz campanha contando com Deus e com o eleitor

Magno Malta faz campanha contando com Deus e com o eleitor

Atualizado: Quarta-feira, 17 Março de 2010 as 12

A eleição ao Senado está cada vez mais acirrada e, com a colocação de três nomes fortes na disputa, divide os prefeitos do Estado do Espírito Santo, que podem pedir votos para o senador Magno Malta (PR) e a deputada federal Rita Camata (PSDB). Vinda do interior, Rita tem trânsito com boa parte dos prefeitos, mas Magno Malta também conta com o apoio de lideranças do interior. Os dois disputam o segundo voto, já que o primeiro deve ir para o governador Paulo Hartung.

Além dos prefeitos da região metropolitana (Vitória, Serra, Vila Velha, Cariacica e Viana), Magno têm apoio nas prefeituras do norte do Estado. Rita tem penetração na região serrana e no noroeste. O governador Paulo Hartung conta com o controle que tem sobre a classe política para que os prefeitos peçam votos para ele.

O outro candidato ao Senado, o presidente do Bandes, Guerino Balestrassi (PV), contava com sua passagem pela Associação dos Municípios do Estado (Amunes) para ter os prefeitos em seu palanque, mas a ideia dos prefeitos é outra: preferem Balestrassi na Confederação Nacional dos Municípios (CNM). Hoje Balestrassi é o vice-presidente, mas pode assumir o cargo se o presidente da confederação, Paulo Roberto Ziulkoski, se eleger em outubro.

Os aliados da candidatura do vice-governador Ricardo Ferraço (PMDB) tentam costurar a parceria palaciana para o Senado entre o governador Paulo Hartung e o senador Magno Malta (PR). Mas o republicano não vai aguardar a decisão para fazer suas movimentações eleitorais. Independentemente da decisão do governador, o trabalho do senador vai ser por sua reeleição.

Evangélico, Magno Malta disse que vai fazer uma campanha contando com Deus e com a confiança do eleitor. "Não sou levado por acordos e sim por uma causa. Não sou contra a parceria com ninguém, mas vou pedir votos para quem pedir voto para mim", disse.

Até o momento, o governador Paulo Hartung não confirmou a participação no pleito, mas deve anunciar no fim da semana sua posição. A deputada Rita Camata também não fala oficialmente sobre sua candidatura ao Senado, mas o PSDB garante que terá chapa completa e conta com a candidatura dela ao Senado.

Por Renata Oliveira

veja também