A maior arma que o cristão tem é o amor

A maior arma que o cristão tem é o amor

Atualizado: Sexta-feira, 16 Agosto de 2013 as 10:08

Leitura Bíblica: Gênesis 50.15-21
 
José, porém, lhes disse: “Não tenham medo. Estaria eu no lugar de Deus?” (Gn 50.19).
 
amorNuma família com muitos filhos, o segundo mais novo se sobressai: aparentemente se julga superior aos demais. A inveja e a raiva dos mais velhos corrói os laços familiares, até que um dia os próprios irmãos planejam assassinar o mais jovem. Bem que este resumo da história de José poderia figurar nas páginas policiais de qualquer jornal de hoje.
 
Mas não é história inventada. José teria sido morto pelos seus irmãos se um deles não tivesse dado a ideia de vendê-lo como escravo. Nessa condição foi levado ao Egito. Passou por muitas dificuldades, mas Deus transformou aquele mal em bem na vida dele: José tornou-se governador do Egito, logo abaixo do faraó.
 
Agora, após fome e dificuldades, seus irmãos também estão no Egito, e já há alguns anos sob os cuidados de José. Jacó, o pai, recentemente faleceu. Será que agora não seria a hora da vingança? – pensam os irmãos. Como agiria José? Como você agiria em tal situação?
 
A vingança vem de um sentimento e uma decisão que brotam no coração afastado de Deus. Alguém quer vingar-se porque se julga injustiçado. José sofreu injustiça e agora, como governante, tinha poder para retribuir aos seus irmãos. Por que não o fez? Foi unicamente por amor. Ele havia experimentado o amor e o cuidado de Deus em momentos de terrível aflição, e agora compreendia que tudo o que lhe acontecera fora usado por Deus para demonstrar amor à sua família.
 
A Deus pertence o julgamento das intenções do coração. Aqueles irmãos cometeram uma falta muito grave contra José, porém este não guardou ressentimento, mas percebeu que por meio do seu sofrimento uma bênção muito grande foi concedida a toda a sua família e posteridade. Para que a vingança? O que poderia trazer de bom? O perdão foi libertador. O amor demonstrado nas palavras e atitudes de José desatou os nós do passado. “O amor perdoa muitíssimos pecados” (1Pe 4.8). – AS
 
A maior arma que o cristão tem é o amor – use-a sempre.
 

veja também