Mais de 3 mil pessoas lotam gravação da Tribo de Louvor, na Bola de Neve 40SP41

Mais de 3 mil pessoas lotam gravação da Tribo de Louvor, na Bola de Neve 40SP41

Atualizado: Terça-feira, 6 Outubro de 2009 as 12

Por Felipe Pinheiro - www.guiame.com.br

No ano comemorativo pelo seu 10º aniversário, a Igreja Bola de Neve realizou, no último sábado, 3, a primeira gravação ao vivo do novo CD da banda Tribo de Louvor na sede do ministério, em São Paulo (SP). "Essa é uma obra do Espírito Santo", ressaltou o Pr. Catalau (ex-Golpe de Estado) que esteve no evento e há nove anos é membro da denominação conhecida por atrair jovens e ter uma prancha de surfe no púlpito. Ao todo foram arrecadadas mais de 4 toneladas de alimento.

Semelhantemente aos tradicionais cultos, a celebração começou com uma leitura bíblica do livro de Salmos (capítulo 121). "Que esse evento aconteça no Santíssimo lugar. Tu és bem vindo Espírito Santo", disse Rinaldo Seixas, conhecido como ap. Rina, antes de chamar a Tribo de Louvor, liderada pela pastora surfista Denise Seixas, esposa do apóstolo.

Com o templo lotado, sobretudo por membros e obreiros da própria igreja, a adoração a Deus não perdeu o fôlego mesmo quando era necessário repetir as canções, como é de praxe em gravações ao vivo.

"Teu Amor me Libertou", "Uma Geração" e "Sempre Juntos" - com participação do Zeider (Planta e Raiz) - foram algumas das faixas inéditas contempladas pelo playlist e cantadas em coro pelas cerca de 3 mil pessoas. A pedido do público, a vocalista da Tribo de Louvor finalizou a apresentação com "Caia Babilônia".

Em entrevista ao Guia-me, Denise enfatizou o crescimento espontâneo do grupo, que acompanhou a velocidade de expansão da igreja, comparada a uma "bola de neve".

"Nunca almejamos sair para tocar. O nosso alvo era ministério de louvor congregacional. Hoje vamos para outras igrejas ministrar louvor e adoração, assim como evangelismo", destaca a pastora que está à frente da Tribo de Louvor desde o segundo ano de atuação da igreja.

Assim como em outros eventos sediados pela Bola de Neve, como Oficina G3, Christafari e T-Bone, visitantes declararam que suas vidas pertencem a Jesus Cristo. "Você não veio somente para uma balada. [...] Jesus está te esperando para te abraçar", disse o pr. Fábio Santista, que aproveitou para orar por aqueles que estavam distantes de Deus.

10 anos de Bola de Neve: "É a mão de Deus"

Frequente na grande mídia, com destaque inclusive em jornais como The New York Times e o inglês The Guardian, a Igreja tem sido uma alternativa aos jovens com necessidade de expressar a sua fé sem os modelos religiosos comumente estabelecidos.

"Quem diria que uma igreja de surfistas e desclassificados humanamente falando iria prosperar tanto? É só Deus mesmo", observou o pr. Catalau, responsável pela Bola de Neve de Boissucanga (SP). Preocupado em não desmerecer a importância das demais denominações evangélicas, o rockeiro defendeu: "Eu fui salvo por outro ministério, mas esse é mais um para acrescentar; é uma cara nova do Evangelho".

Há cinco anos pastor da Bola de Neve, inclusive como auxiliar nos principais cultos do templo sede, Felipe Parente se diz surpreso com o constante aumento da Igreja, que a cada reunião recebe novos convertidos.

"É mão de Deus. Esse é o começo de uma nova etapa em que é preciso andar com humildade de coração e ter a consciência da dependência de Deus para que essa geração seja transformada", expõs Felipe.

A gravação do novo CD, para Jonas Dias, integrante do ministério de louvor, acontece de maneira distinta em relação aos anteriores. "O primeiro CD e DVD foram presentes de Deus para a Igreja. Esse eu diria que é um presente nosso para Deus", avalia Dias, em agradecimento pelos 10 anos da denominação.

"Eu sou muito grata a Deus como pastora e como líder de louvor desse ministério, porque nós temos um povo que é apaixonado pelo Senhor", ressaltou Denise Seixas, que prevê o lançamento do CD até o mês de dezembro deste ano.

Fotos: Getúlio Camargo

Por Felipe Pinheiro - www.guiame.com.br

No ano comemorativo pelo seu 10º aniversário, a Igreja Bola de Neve realizou, no último sábado, 3, a primeira gravação ao vivo do novo CD da banda Tribo de Louvor na sede do ministério, em São Paulo (SP). "Essa é uma obra do Espírito Santo", ressaltou o Pr. Catalau (ex-Golpe de Estado) que esteve no evento e há nove anos é membro da denominação conhecida por atrair jovens e ter uma prancha de surfe no púlpito. Ao todo foram arrecadadas mais de 4 toneladas de alimento.

Semelhantemente aos tradicionais cultos, a celebração começou com uma leitura bíblica do livro de Salmos (capítulo 121). "Que esse evento aconteça no Santíssimo lugar. Tu és bem vindo Espírito Santo", disse Rinaldo Seixas, conhecido como ap. Rina, antes de chamar a Tribo de Louvor, liderada pela pastora surfista Denise Seixas, esposa do apóstolo.

Com o templo lotado, sobretudo por membros e obreiros da própria igreja, a adoração a Deus não perdeu o fôlego mesmo quando era necessário repetir as canções, como é de praxe em gravações ao vivo.

"Teu Amor me Libertou", "Uma Geração" e "Sempre Juntos" - com participação do Zeider (Planta e Raiz) - foram algumas das faixas inéditas contempladas pelo playlist e cantadas em coro pelas cerca de 3 mil pessoas. A pedido do público, a vocalista da Tribo de Louvor finalizou a apresentação com "Caia Babilônia".

Em entrevista ao Guia-me, Denise enfatizou o crescimento espontâneo do grupo, que acompanhou a velocidade de expansão da igreja, comparada a uma "bola de neve".

"Nunca almejamos sair para tocar. O nosso alvo era ministério de louvor congregacional. Hoje vamos para outras igrejas ministrar louvor e adoração, assim como evangelismo", destaca a pastora que está à frente da Tribo de Louvor desde o segundo ano de atuação da igreja.

Assim como em outros eventos sediados pela Bola de Neve, como Oficina G3, Christafari e T-Bone, visitantes declararam que suas vidas pertencem a Jesus Cristo. "Você não veio somente para uma balada. [...] Jesus está te esperando para te abraçar", disse o pr. Fábio Santista, que aproveitou para orar por aqueles que estavam distantes de Deus.

10 anos de Bola de Neve: "É a mão de Deus"

Frequente na grande mídia, com destaque inclusive em jornais como The New York Times e o inglês The Guardian, a Igreja tem sido uma alternativa aos jovens com necessidade de expressar a sua fé sem os modelos religiosos comumente estabelecidos.

"Quem diria que uma igreja de surfistas e desclassificados humanamente falando iria prosperar tanto? É só Deus mesmo", observou o pr. Catalau, responsável pela Bola de Neve de Boissucanga (SP). Preocupado em não desmerecer a importância das demais denominações evangélicas, o rockeiro defendeu: "Eu fui salvo por outro ministério, mas esse é mais um para acrescentar; é uma cara nova do Evangelho".

Há cinco anos pastor da Bola de Neve, inclusive como auxiliar nos principais cultos do templo sede, Felipe Parente se diz surpreso com o constante aumento da Igreja, que a cada reunião recebe novos convertidos.

"É mão de Deus. Esse é o começo de uma nova etapa em que é preciso andar com humildade de coração e ter a consciência da dependência de Deus para que essa geração seja transformada", expõs Felipe.

A gravação do novo CD, para Jonas Dias, integrante do ministério de louvor, acontece de maneira distinta em relação aos anteriores. "O primeiro CD e DVD foram presentes de Deus para a Igreja. Esse eu diria que é um presente nosso para Deus", avalia Dias, em agradecimento pelos 10 anos da denominação.

"Eu sou muito grata a Deus como pastora e como líder de louvor desse ministério, porque nós temos um povo que é apaixonado pelo Senhor", ressaltou Denise Seixas, que prevê o lançamento do CD até o mês de dezembro deste ano.

Fotos: Getúlio Camargo

Por Felipe Pinheiro - www.guiame.com.br

No ano comemorativo pelo seu 10º aniversário, a Igreja Bola de Neve realizou, no último sábado, 3, a primeira gravação ao vivo do novo CD da banda Tribo de Louvor na sede do ministério, em São Paulo (SP). "Essa é uma obra do Espírito Santo", ressaltou o Pr. Catalau (ex-Golpe de Estado) que esteve no evento e há nove anos é membro da denominação conhecida por atrair jovens e ter uma prancha de surfe no púlpito. Ao todo foram arrecadadas mais de 4 toneladas de alimento.

Semelhantemente aos tradicionais cultos, a celebração começou com uma leitura bíblica do livro de Salmos (capítulo 121). "Que esse evento aconteça no Santíssimo lugar. Tu és bem vindo Espírito Santo", disse Rinaldo Seixas, conhecido como ap. Rina, antes de chamar a Tribo de Louvor, liderada pela pastora surfista Denise Seixas, esposa do apóstolo.

Com o templo lotado, sobretudo por membros e obreiros da própria igreja, a adoração a Deus não perdeu o fôlego mesmo quando era necessário repetir as canções, como é de praxe em gravações ao vivo.

"Teu Amor me Libertou", "Uma Geração" e "Sempre Juntos" - com participação do Zeider (Planta e Raiz) - foram algumas das faixas inéditas contempladas pelo playlist e cantadas em coro pelas cerca de 3 mil pessoas. A pedido do público, a vocalista da Tribo de Louvor finalizou a apresentação com "Caia Babilônia".

Em entrevista ao Guia-me, Denise enfatizou o crescimento espontâneo do grupo, que acompanhou a velocidade de expansão da igreja, comparada a uma "bola de neve".

"Nunca almejamos sair para tocar. O nosso alvo era ministério de louvor congregacional. Hoje vamos para outras igrejas ministrar louvor e adoração, assim como evangelismo", destaca a pastora que está à frente da Tribo de Louvor desde o segundo ano de atuação da igreja.

Assim como em outros eventos sediados pela Bola de Neve, como Oficina G3, Christafari e T-Bone, visitantes declararam que suas vidas pertencem a Jesus Cristo. "Você não veio somente para uma balada. [...] Jesus está te esperando para te abraçar", disse o pr. Fábio Santista, que aproveitou para orar por aqueles que estavam distantes de Deus.

10 anos de Bola de Neve: "É a mão de Deus"

Frequente na grande mídia, com destaque inclusive em jornais como The New York Times e o inglês The Guardian, a Igreja tem sido uma alternativa aos jovens com necessidade de expressar a sua fé sem os modelos religiosos comumente estabelecidos.

"Quem diria que uma igreja de surfistas e desclassificados humanamente falando iria prosperar tanto? É só Deus mesmo", observou o pr. Catalau, responsável pela Bola de Neve de Boissucanga (SP). Preocupado em não desmerecer a importância das demais denominações evangélicas, o rockeiro defendeu: "Eu fui salvo por outro ministério, mas esse é mais um para acrescentar; é uma cara nova do Evangelho".

Há cinco anos pastor da Bola de Neve, inclusive como auxiliar nos principais cultos do templo sede, Felipe Parente se diz surpreso com o constante aumento da Igreja, que a cada reunião recebe novos convertidos.

"É mão de Deus. Esse é o começo de uma nova etapa em que é preciso andar com humildade de coração e ter a consciência da dependência de Deus para que essa geração seja transformada", expõs Felipe.

A gravação do novo CD, para Jonas Dias, integrante do ministério de louvor, acontece de maneira distinta em relação aos anteriores. "O primeiro CD e DVD foram presentes de Deus para a Igreja. Esse eu diria que é um presente nosso para Deus", avalia Dias, em agradecimento pelos 10 anos da denominação.

"Eu sou muito grata a Deus como pastora e como líder de louvor desse ministério, porque nós temos um povo que é apaixonado pelo Senhor", ressaltou Denise Seixas, que prevê o lançamento do CD até o mês de dezembro deste ano.

Fotos: Getúlio Camargo

Por Felipe Pinheiro - www.guiame.com.br

No ano comemorativo pelo seu 10º aniversário, a Igreja Bola de Neve realizou, no último sábado, 3, a primeira gravação ao vivo do novo CD da banda Tribo de Louvor na sede do ministério, em São Paulo (SP). "Essa é uma obra do Espírito Santo", ressaltou o Pr. Catalau (ex-Golpe de Estado) que esteve no evento e há nove anos é membro da denominação conhecida por atrair jovens e ter uma prancha de surfe no púlpito. Ao todo foram arrecadadas mais de 4 toneladas de alimento.

Semelhantemente aos tradicionais cultos, a celebração começou com uma leitura bíblica do livro de Salmos (capítulo 121). "Que esse evento aconteça no Santíssimo lugar. Tu és bem vindo Espírito Santo", disse Rinaldo Seixas, conhecido como ap. Rina, antes de chamar a Tribo de Louvor, liderada pela pastora surfista Denise Seixas, esposa do apóstolo.

Com o templo lotado, sobretudo por membros e obreiros da própria igreja, a adoração a Deus não perdeu o fôlego mesmo quando era necessário repetir as canções, como é de praxe em gravações ao vivo.

"Teu Amor me Libertou", "Uma Geração" e "Sempre Juntos" - com participação do Zeider (Planta e Raiz) - foram algumas das faixas inéditas contempladas pelo playlist e cantadas em coro pelas cerca de 3 mil pessoas. A pedido do público, a vocalista da Tribo de Louvor finalizou a apresentação com "Caia Babilônia".

Em entrevista ao Guia-me, Denise enfatizou o crescimento espontâneo do grupo, que acompanhou a velocidade de expansão da igreja, comparada a uma "bola de neve".

"Nunca almejamos sair para tocar. O nosso alvo era ministério de louvor congregacional. Hoje vamos para outras igrejas ministrar louvor e adoração, assim como evangelismo", destaca a pastora que está à frente da Tribo de Louvor desde o segundo ano de atuação da igreja.

Assim como em outros eventos sediados pela Bola de Neve, como Oficina G3, Christafari e T-Bone, visitantes declararam que suas vidas pertencem a Jesus Cristo. "Você não veio somente para uma balada. [...] Jesus está te esperando para te abraçar", disse o pr. Fábio Santista, que aproveitou para orar por aqueles que estavam distantes de Deus.

10 anos de Bola de Neve: "É a mão de Deus"

Frequente na grande mídia, com destaque inclusive em jornais como The New York Times e o inglês The Guardian, a Igreja tem sido uma alternativa aos jovens com necessidade de expressar a sua fé sem os modelos religiosos comumente estabelecidos.

"Quem diria que uma igreja de surfistas e desclassificados humanamente falando iria prosperar tanto? É só Deus mesmo", observou o pr. Catalau, responsável pela Bola de Neve de Boissucanga (SP). Preocupado em não desmerecer a importância das demais denominações evangélicas, o rockeiro defendeu: "Eu fui salvo por outro ministério, mas esse é mais um para acrescentar; é uma cara nova do Evangelho".

Há cinco anos pastor da Bola de Neve, inclusive como auxiliar nos principais cultos do templo sede, Felipe Parente se diz surpreso com o constante aumento da Igreja, que a cada reunião recebe novos convertidos.

"É mão de Deus. Esse é o começo de uma nova etapa em que é preciso andar com humildade de coração e ter a consciência da dependência de Deus para que essa geração seja transformada", expõs Felipe.

A gravação do novo CD, para Jonas Dias, integrante do ministério de louvor, acontece de maneira distinta em relação aos anteriores. "O primeiro CD e DVD foram presentes de Deus para a Igreja. Esse eu diria que é um presente nosso para Deus", avalia Dias, em agradecimento pelos 10 anos da denominação.

"Eu sou muito grata a Deus como pastora e como líder de louvor desse ministério, porque nós temos um povo que é apaixonado pelo Senhor", ressaltou Denise Seixas, que prevê o lançamento do CD até o mês de dezembro deste ano.

Fotos: Getúlio Camargo

veja também