Mais fé, menos estresse

Mais fé, menos estresse

Atualizado: Quinta-feira, 26 Março de 2009 as 12

Acreditar em Deus pode ajudar a acabar com a ansiedade e reduzir o estresse. Essa é a conclusão de uma pesquisa elaborada pela Universidade de Toronto, no Canadá, e publicada em uma das revistas mais conceituadas na área de saúde, a "Pyschological Science". O estudo, concluído a partir de testes realizados com voluntários, comparou as reações cerebrais de pessoas de diferentes religiões com outras que são ateias. De acordo com os resultados, quanto mais fé as pessoas tinham, menos estressadas elas se mostravam frente às tarefas que precisavam realizar. Elas se comportaram de forma mais tranquila mesmo quando cometiam erros. A explicação científica para tal conclusão vem da atividade cerebral. Aqueles que tinham fé mostraram menos atividade em uma área do cérebro chamada córtex cingulado anterior, local que ajuda a modificar o comportamento de uma pessoa quando ela precisa ter mais atenção e controle sobre as tarefas. Essa área, geralmente, é acionada no momento em que se comete um erro, daí vem o estresse.

"Já vi outros estudos como esse, que mapeiam o cérebro e correlacionam fé à saúde. Pesquisadores já comprovaram que, de fato, uma pessoa que lida com a espiritualidade tem tendência a cultivar hábitos mais saudáveis, a ser alguém mais tranquilo", esclarece o psiquiatra Frederico Camelo Leão, coordenador do Núcleo Proser (Programa de Saúde, Espiritualidade e Religiosidade) do Instituto de Psiquiatria do Hospital das Clínicas, em São Paulo. Segundo ele, a prática religiosa influencia positivamente não só na saúde mental como também na física. "Vemos melhoras no desempenho da imunidade da pessoa", completa.

veja também