Malafaia: "Críticas, calúnias e difamações são combustíveis para mim"

Malafaia: "Críticas, calúnias e difamações são combustíveis para mim"

Atualizado: Quinta-feira, 4 Agosto de 2011 as 1:33

O pastor Silas Malafaia usou sua conta no Twitter para responder as milhares de críticas que vem recebendo após pedir oferta em seu programa de televisão. No último sábado o Programa Vitória em Cristo Malafaia recebeu o pastor Morris Cerullo que após fazer uma revelação sobre “um tempo extraordinário de Deus” pediu aos telespectadores que ofertassem para a Associação que produz o programa uma oferta especial de R$911 reais.

O pedido causou grande polêmica e inúmeras pessoas começaram a criticar o ministério do líder da Assembleia de Deus Vitória em Cristo que nesta quarta-feira, 3, resolveu se manifestar através do Twitter para responder a essas acusações. 

Em sua página Silas Malafaia exemplificou seus dizeres dizendo que 20% das pessoas que mandaram ofertas depois do pedido do pastor Morris Cerullo não são evangélicos e pede para que os críticos leiam o livro de Marcos, capítulo 4 e versículo 26 que fala sobre a Lei da Semeadura.

Para justificar o pedido de ajuda financeira, o pastor da Advec explica os diversos destinos que o dinheiro arrecado recebe. “Temos 5h de TV por dia em rede nacional no Brasil, sendo que 2h oferecemos para outros ministérios gratuitamente. Exibimos o programa de TV, que possui mensagens evangelísticas, dublado em inglês para mais de 200 nações”, diz.

O pastor também alertou seus fiéis quanto aos que falam mal de seu ministério: "Cuidado, meu irmão, para vc não ser contaminado pelo espírito de Judas, que é de crítica, miserabilidade e incredulidade. Fique fora disso!" escreveu.

Os críticos também receberam mensagens de aviso: " Nada vai nos parar! As críticas, calúnias e difamações são combustíveis para eu continuar.Eu tenho que rir (rssrrsrsrs). Essa gente não me conhece!"

Malafaia também não polpou a mídia evangélica: " Vejam que os sites evangélicos e os críticos de finanças não criticam a falta de amor e misericórdia.“Para os incrédulos se morderem, tem mais! Fazemos cruzadas evangelísticas no Brasil e um grandioso trabalho social, tais como: Patrocinamos trabalhos de recuperação de viciados em drogas, apoio a mulheres com gravidez indesejada, ensino profissionalizante para presidiários, reforço escolar para crianças de baixa renda, creches para menores de idade em áreas carentes, ajuda a missionários, etc etc etc.Mandem os sites de notícia publicarem isso. Essa cambada de fariseus invejosos!"

Por Pollyanna Mattos

veja também