Maratonista Campeão é Curado do Fígado

Maratonista Campeão é Curado do Fígado

Atualizado: Quinta-feira, 20 Janeiro de 2011 as 10:39

Campeão da Tribuna de 2010 como maratonista no estado de São Paulo representando Bertioga, cidade do litoral paulista, Antônio Monteiro da Silva, 64 anos, fora curado por Deus de uma situação terminal.

“Em 2009, eu contraí hepatite A e B. O numero normal das enzimas do fígado são de 40 pontos médios e eu tinha cerca de 4060 pontos, uma mudança ocorrida em três dias. Minhas forças se foram, nem mesmo comer conseguia, fiquei condenado a uma cadeira de rodas. Perdi sete quilos em cinco dias e depois disso, fui transferido a um especialista que disse que não havia nada mais que a medicina pudesse fazer por mim, eu iria morrer”.

Antônio conta que a maior tristeza de um maratonista é a de não poder andar. “Todos os dias eu acordava tentando me mover, mas não conseguia, era pele e osso, sem força nenhuma. Era acostumado a correr quarenta e cinco quilômetros por dia e não conseguia ficar em pé enquanto doente. A médica havia me dito que ainda que eu sobrevivesse, eu nunca mais me levantaria. Quando fui ao especialista, ele me condenou e me liberou para morrer em casa. Foi quando minha esposa se decidiu a procurar uma cura para minha vida através da Igreja Mundial do Poder de Deus.

Ela vinha todos os dias para a igreja buscar toalhinhas Sê Tu Uma Benção, copos d’água e frascos de óleo e levava para mim no hospital e em casa, enquanto estava no leito.

E Deus me levantou. Em dois meses, voltava na médica, completamente recuperado e em seis meses, retornava aos treinos. Graças a Deus, continuo como o quinto melhor maratonista do Brasil e segundo melhor do estado. Deus me deu condições inclusive de vencer na maratona da tribuna em 2010. Devo minha vida e minhas forças a Deus”  

veja também