Marcelo Aguiar convoca brasileiros para Marcha contra o PL 122

Marcelo Aguiar convoca brasileiros para Marcha contra o PL 122

Atualizado: Terça-feira, 31 Maio de 2011 as 4:34

O deputado federal Marcelo Aguiar (PSC-SP), membro da diretoria da Frente Parlamentar Mista em Defesa Permanente da Família, está convocando todos os brasileiros a participar da Marcha da Família que acontece nesta quarta-feira (1º/06), em frente ao Congresso Nacional, em Brasília. A manifestação reunirá comitivas e delegações contra o PL 122 que criminaliza a homofobia e cria regras para a união estável de casais do mesmo sexo. O encontro também marcará manifestações contra o “kit anti-homofobia” e outros projetos que tramitam no Congresso.

“Temos uma preocupação constante com a defesa da família brasileira e, infelizmente, existem projetos em tramitação na Câmara dos Deputados que atacam os pilares da família. Iremos lutar contra qualquer tentativa de enfraquecimento das famílias e é esse o caso do PL 122”, explicou Marcelo Aguiar. Além do casamento homossexual, a Lei dá direitos aos casais do mesmo sexo como adoção de crianças e liberdade de manifestação de afeto em público.

O deputado lembrou que a manifestação não representa um ataque aos homossexuais, mas às falhas constantes no projeto que está em tramitação no Senado federal. “O projeto contem uma série de privilégios para um segmento considerado minoria absoluta e, apesar de respeitarmos o próximo como a nós mesmos, não podemos votar um projeto que retira direitos de pessoas cristãs expressarem sua fé, que tira liberdade de nossas famílias”, afirmou.

Para os religiosos, o grande problema está no cerceamento da liberdade de expressão proibindo textos e pensamentos contrários ao homossexualismo – algo que está na Bíblia – e restringindo as manifestações aos templos religiosos.

“Entendemos que todas as pessoas merecem respeito e não podemos discriminar ninguém, seja por raça, cor, credo ou sexo. O problema é que, nesse caso, nossas crianças estariam expostas e nossa liberdade de expressão de fé, atingida”, revelou Marcelo Aguiar.

O Ato Público começa com uma reunião de lideres no auditório Petrônio Portela, no Senado Federal, às 9h e às 14 horas as comitivas estarão reunidas em frente ao Congresso para a Marcha da Família. Segundo o pastor Silas Malafaia, a manifestação servirá para esclarecer as famílias brasileiras da ameaça que representa o PL 122. “Não vamos aceitar mudança de comportamento imposta pela minoria. Não aceitaremos o cerceamento da liberdade de expressão, jamais iremos discriminar, mas nunca deixaremos de orientar que homossexualismo não é prática cristã”, explicou o pastor.

“Vem gente de todo o Brasil para falar em defesa da família brasileira”, explicou o presidente da Frente da Família, senador Magno Malta. O senador conseguiu aprovar, na Comissão de Direitos Humanos do Senado Federal, requerimento solicitando audiências públicas para debater com a sociedade civil o PL 122/2006.

Kit anti-homofobia – Na última semana, após movimentação dos deputados das Frentes Evangélica e Católica, a presidente Dilma fez com que o Ministério da Educação recuasse na distribuição das cartilhas Escola Sem Homofobia, mas isso não foi suficiente para cancelar a manifestação desta quarta-feira. “Vários líderes estão na coordenação, como o pastor Silas Malafaia, e diversos setores religiosos já confirmaram presença. Vamos caminhar contra essas propostas”, afirmou Marcelo Aguiar.

veja também