Marcelo Aguiar tenta homenagear pai de Ap. Estevam, mas encontra oposição

Marcelo Aguiar tenta homenagear pai de Ap. Estevam, mas encontra oposição

Atualizado: Quarta-feira, 20 Outubro de 2010 as 3:04

Moradores da Aclimação, na região central de São Paulo, tentam evitar que o parque que deu o nome ao bairro passe a se chamar "Parque da Aclimação Estevam Hernandes". O homenageado seria o pai de Estevam Hernandes Filho, um dos fundadores da Igreja Renascer em Cristo.

A alteração é pleiteada pelo vereador Marcelo Aguiar (PSC), recém-eleito deputado federal e cantor evangélico ligado à Renascer. O projeto tramita sem previsão para entrar em votação.

Representantes do bairro já fizeram reuniões com vereadores e divulgaram o telefone do gabinete de Aguiar no Orkut com a missão de encher o Legislativo municipal de queixas contra o projeto. Em tópicos de discussão sobre o parque há pelo menos 60 manifestações sobre o tema, a maioria de repúdio.

Roberto Casseb, da Associação de Preservação Cambuci e Vila Deodoro (Aclimação), conta que já foi à Câmara defender a posição dos moradores. "Esse projeto não vai passar. Foi proposto possivelmente por causa da eleição. O homenageado não tem ligação com o parque."

Segundo o chefe de gabinete do vereador Marcelo Aguiar, Claudinei de Carvalho, o projeto pode ser retirado por causa das opiniões contrárias que levantou. Mas ele nega que a motivação tenha sido eleitoral, já que não foi um tema de campanha.

Carvalho diz que o possível homenageado foi jardineiro de Cemitério da Vila Mariana, a uma quadra do parque. "Ele tem uma história bonita na região", alega o chefe de gabinete.

O parque fica a quatro quadras da sede da Igreja Renascer, no Cambuci. Em janeiro de 2009, nove pessoas morreram no desabamento do teto do templo.

Origem. Antiga granja leiteira, o parque foi inspirado no Jardin d"Acclimation, de Paris, de onde também recebeu seu nome. O médico Carlos José Botelho transformou o local em área para a "aclimatação" temporária do gado trazido da Holanda.

Gilberto Amatuzzi, presidente da associação do bairro, afirma que "o parque já é conhecido e se tornou uma referência com o nome de Aclimação apenas. Não tem porque colocar o nome de ninguém".

PARA LEMBRAR

Ibirapuera quase virou Michael Jackson

A polêmica em torno do nome do Parque da Aclimação não é a primeira nas áreas verdes da capital paulista.

O caso mais recente é do Parque Mário Covas, na Avenida Paulista, que poderia homenagear outra personalidade que não o ex-governador de São Paulo. Os moradores da região pediam que o espaço de lazer se chamasse René Thiollier, como um tributo ao advogado e escritor que morou de 1913 a 1968 em um casarão no terreno onde se encontra agora o espaço público.

Em 2009, o vereador Agnaldo Timóteo (PR) tentou mudar, sem sucesso, o nome do Parque do Ibirapuera para Parque do Ibirapuera Michael Jackson. Outra polêmica foi em relação ao nome do Parque Leopoldina-Villas-Boas, na zona oeste da cidade, que pelo projeto inicial deveria chamar-se apenas Parque Villas-Boas, em homenagem ao indigenista Orlando Villas-Boas. A alteração revoltou a família, que ameaçou não ceder seu acervo particular para exposições no local.

veja também