Marcha para Jesus em Baurú espera 8 mil fiéis

Marcha para Jesus em Baurú espera 8 mil fiéis

Atualizado: Quinta-feira, 19 Agosto de 2010 as 2:43

Uma multidão pela família. Essa é a expectativa para a 16ª. edição da tradicional Marcha para Jesus, campanha promovida pelas igrejas evangélicas, que pretende reunir neste sábado cerca de 8 mil fiéis em Bauru durante uma caminhada de exaltação à importância da família nos dias de hoje.

Neste ano, a presença da cantora e pastora Nívea Soares já está confirmada para o evento. O movimento sairá da Praça Rui Barbosa às 16h30 e seguirá para o Parque Vitória Régia.

“Nós estamos dando o foco para a Praça Rui Barbosa que é o local onde os fiéis vão se reunir e orar pela cidade, pelas autoridades. Depois nós vamos seguir com a marcha pela avenida Nações Unidas até o Parque Vitória Régia”, completa o pastor Edson Valentim, presidente do Conselho de Pastores Evangélicos de Bauru (Conpev).

Participante assídua da Marcha para Jesus, Lilian Batista Morales da Silva, 31 anos, neste ano estará novamente em meio à multidão esperada, juntamente com suas duas filhas de 2 e 4 anos e também do marido. “O ano passado nós já participamos e este ano estaremos lá novamente para orar pela cidade e pela família”, afirma Lilian.

Para a fiel, a marcha une os evangélicos. “Primeiramente, o povo evangélico precisa de mais unidade. E através da marcha nós acabamos nos unindo. O nosso propósito é marchar e dizer que Jesus é o dono de nossas vidas e da cidade. Muitas coisas podem mudar através da mobilização da igreja”.

Mudanças

Lilian ainda acrescenta que a marcha é o início para uma série de mudanças. “A sociedade pode mudar englobando igrejas, escolas, empresas. Nós precisamos começar a fazer essa mobilização, então, a marcha é o início disso. Durante o trajeto nós vamos declarando bênçãos. Vamos dizendo que Jesus é o Rei dessa cidade e das nossas famílias”, ressalta.

Lilian observa, ainda, que a estrutura familiar tem sucumbido em muitos lares em que os pais não dispõem de tempo para os filhos. Por isso, a família é o ponto forte da marcha neste ano.

“A estrutura familiar tem sido desfeita nos dias de hoje. Muitos divórcios estão acontecendo e eu vejo que isso é muito ruim. Nós precisamos recuperar essa estrutura independente da religião”, defende.

A separação do casal, quando possui filhos, é ainda mais complicada. “A criança necessita tanto do pai quanto da mãe. Com a separação ela vai perdendo seu referencial. Nenhum é substituível e a criança fica confusa tendo que dividir suas atenções entre os dois”, opina.

40 dias de jejum

A família de Lilian Batista Morales da Silva, que sempre acompanha a Marcha para Jesus, também participa do jejum de 40 dias em prol da família, que começou no dia 8 de agosto e terminará dia 17 de setembro.

“Nos cultos de domingo, os fiéis poderão adquirir por R$ 5,00 um pequeno livro com 40 formas de meditação e motivos de oração. No culto já iremos orar para a família, mas esse período de 40 dias é para a própria família se reunir e orar por ela e por outras”, afirma o pastor Edson Valentim, presidente do Conselho de Pastores Evangélicos de Bauru (Conpev).

“Nós todos optamos por não assistir televisão (nesse período). Mas como eu tenho duas filhas pequenas, nós deixamos que elas, às vezes, vejam desenhos e outros DVDs evangélicos. O mais importante é deixar de ver novelas e desenhos de emissoras comerciais”, diz Lilian.  

veja também