Marco Maia participa de culto evangélico na Câmara dos Deputados

Marco Maia participa de culto evangélico na Câmara dos Deputados

Atualizado: Quinta-feira, 3 Fevereiro de 2011 as 8:46

No primeiro dia como presidente eleito da Câmara dos Deputados, Marco Maia participou nesta quarta-feira de culto da bancada evangélica. Ao lado dos deputados Benedita da Silva (PT-RJ) e João Campos (PSDB-GO), Maia chegou a estender a mão direita para participar da oração.

O presidente da Câmara voltou a afirmar, nesta quarta-feira, que a reforma política é prioridade de sua gestão, mas ressaltou que a votação de pontos da reforma poderá ser fatiada. Ele disse que vai fazer grande debate sobre o tema e vai colocar em votação o que for consenso.

"Se prometermos fazer uma grande e ampla reforma política, podemos chegar ao final de 2011 sem votar nada", observou.

Marco também anunciou a instalação imediata de uma comissão para discutir a PEC 300/08 sobre piso salarial dos policiais dos estados.

"Após o encerramento dos trabalhos da comissão, a proposta será colocada em votação", garantiu.

Em relação ao Salário Mínimo, o presidente da Câmara disse que a questão demandará muito diálogo na Câmara para que se conjugue distribuição de renda com equilíbrio nas contas públicas.

"Todos nós queremos que o salário mínimo continue crescendo e queremos dar prosseguimento à política de distribuição de renda realizada pelo governo Lula. Mas também queremos que as contas públicas continuem equilibradas, como garantia para um desenvolvimento econômico e um equilíbrio fiscal sustentáveis no País".

Marco Maia foi eleito presidente da Câmara na noite de terça-feira com 375 votos contra 106 dos seu principal adversário, Sandro Mabel (PR-GO). No total, 509 deputados participaram da votação. Três votos foram registrados em branco. Além de Mabel, disputaram a eleição os deputados Jair Bolsonaro (PP-RJ), com 9 votos, e Chico Alencar (Psol-RJ), com 16 votos.

veja também