Max Lucado: “Antes que Jesus acalme a tempestade, Ele vem até nós por meio dela”

O pastor Max Lucado falou sobre a perspectiva de Deus em relação às tempestades da vida.

fonte: Guiame, com informações da Fox News

Atualizado: Segunda-feira, 31 Agosto de 2020 as 1:36

O pastor Max Lucado fala sobre as tempestades da vida. (Foto: Max Lucado/YouTube)
O pastor Max Lucado fala sobre as tempestades da vida. (Foto: Max Lucado/YouTube)

Em meio a passagem do furacão Laura nos Estados Unidos, que provocou mortes e destruição nos estados do Texas e Louisiana, o pastor Max Lucado refletiu sobre as tempestades da vida em um artigo publicado no domingo (30) na Fox News.

“Todos nós enfrentaremos nossa cota de tempestades. Ninguém passa a vida ileso. Em um ponto ou outro, o céu vai escurecer, os ventos vão aumentar e vamos nos encontrar em uma versão moderna do jorro da Galiléia”, disse o pastor e escritor.

Inspirado no Evangelho de João, que conta o momento em que os discípulos enfrentaram uma tempestade — sem a companhia de Jesus no barco — o pastor faz uma comparação com temporais que nos fazem sentir “esquecidos por Deus”.

“Assim como não temos autoridade sobre as tempestades da natureza, não temos autoridade sobre as tempestades da vida. Você pode desejar salvar um casamento, mas tem apenas um dos dois votos necessários. Você pode tentar restaurar uma criança rebelde, mas não pode ter certeza de que terá sucesso. Você pode buscar uma boa saúde, mas ainda enfrenta uma pandemia”, observa o pastor.

Por mais que pareça que a tempestade não vai acabar, Lucado chama a atenção para o próximo acontecimento da história: “Eles viram Jesus aproximando-se do barco, andando sobre o mar (João 6:19).

“Antes que Jesus acalme as tempestades, Ele vem até nós por meio delas. Ele nos diz o que disse aos discípulos: “Sou eu! Não tenham medo” (João 6:20), continua. 

“O Cristo em sua tempestade é o Cristo no tempo presente. Ele nunca diz: ‘Eu era’. Nós é que fazemos isso”, observa. “Nosso Deus ‘eu sou’ nunca anseia: ‘Algum dia serei’. Nós é que fazemos isso”.

Lucado lembra que “Jesus Cristo é o mesmo ontem, hoje e para sempre”, conforme Hebreus 13:8. “Do centro da tempestade, o inabalável Jesus grita: ‘Eu sou’. Ousado contra as ondas da Galiléia, a UTI, a sala de reuniões, a cela da prisão ou a maternidade — seja qual for a sua tempestade, ‘eu sou’”.

O pastor concluiu sua mensagem lembrando que Deus se faz presente. “Faça uma pausa e o deixe dizer Seu nome. Sua maior necessidade é a presença Dele. Sim, você quer que essa tempestade passe. Sim, você quer que os ventos parem. Mas sim, você quer saber, você precisa saber, e você deve saber que o grande EU SOU está próximo”.

veja também