Mega igreja pode perder seu templo, se não pagar dívida milionária

Mega igreja pode perder seu templo, se não pagar dívida milionária

Atualizado: Sexta-feira, 4 Fevereiro de 2011 as 10:07

O banco ameaçou tomar posse da First Family Church (Primeira Igreja da Família), em Overland Park, se não pagarem mais de US $ 14 milhões em hipotecas e outras despesas.

Uma petição apresentada de execução hipotecária no condado de Johnson District Court, na semana passada, Regions Bank, pede para ser excluído da propriedade caso o pagamento não seja feito para vender o imóvel, com o produto aplicado da dívida para que ele possa ser cancelada, segundo o jornal Kansas City.

A mega-igreja, que era conhecida como uma das que mais cresce no país, ficou sob exame minucioso em 2007, após o Kansas City Star relatar que centenas de membros haviam deixado a igreja porque não havia transparência dos fundos financeiros da Igreja.

O reverendo Jerry Johnston, fundador e pastor sênior, não respondeu a um pedido de comentário. Mas o conselho de anciãos da igreja divulgou um comunicado em seu site depois que o jornal pediu uma resposta à petição da execução duma hipoteca.

“A liderança da igreja, pastores, presbíteros, diáconos e líderes de ministérios têm orado e num espírito de unidade”, disse o comunicado. “Estamos confiantes que resolveremos esta situação, ao mesmo tempo todos os ministérios e cultos continuarão como previsto em nosso campus”, cita.

A declaração da igreja First Family, diz que “isso está acontecendo com as igrejas em todo o país, de acordo com o Wall Street Journal, 1/24/11 -. E isso é uma outra realidade de crise económica do nosso país ”

O artigo do Wall Street Jornal diz que, desde 2008, os bancos têm executado quase 200 locais de culto, em comparação com oito nos últimos dois anos. O jornal atribuiu muitas das execuções hipotecárias de igrejas que começaram a ter problemas por pedir dinheiro emprestado para construir grandes casas de culto.

Ainda não está claro como rapidamente a igreja podera perder a posse de seu prédio, se a dívida não for resolvida, disseram os especialistas. Os oficiais da Igreja têm 30 dias para responder ao pedido do banco.

veja também