Menina quer trocar adolescência por casamento com homem mais velho

Menina quer trocar adolescência por casamento com homem mais velho

Atualizado: Segunda-feira, 8 Novembro de 2010 as 2:44

Ele é músico e há seis anos toca numa banda evangélica. Ela parou de estudar na 6ª série e, por enquanto, ajuda a mãe nos afazeres domésticos. Ele tem o dobro da idade dela e os dois pretendem se casar depois que a menina completar  15 anos. Jeferson* tem 26 anos e a companheira, Carla* tem  13. Apesar da diferença, o namoro que começou há um mês tem apoio da mãe da garota.

Morador de Periperi, Jeferson já conhecia a mãe da menina dos cultos que frequentavam juntos em uma igreja da Assembleia de Deus. Há cerca de cinco meses, ele conheceu Carla e se encantou com a beleza da garota. Ao conversar com a mãe dela, confessou querer relacionamento sério. "Ele disse que queria um compromisso e  tinha um sentimento muito forte. Não queria brincar, queria se casar comigo", contou a garota.

Para a delegada plantonista da delegacia de Repressão a Crimes contra a Criança e o Adolescente (Dercca), Janice Dória Mutti, casos em que  menores de idade se relacionam com adultos são cada vez mais frequentes. “O adulto que mantém sexo com uma criança abaixo de 14 anos comete crime de estupro de vulnerável, mesmo com consentimento”, alerta.

De acordo com o artigo 217 do Código Penal, este tipo de crime se estende para qualquer ato libidinoso com menores de 14 anos. A delegada destaca ainda que pode ser instaurado  inquérito policial, até mesmo nos casos em que os pais permitem. A pena de reclusão pode variar de 8 anos a 15 anos. Por mês, a Derca recebe em média 10 denúncias de casos como este.

CONQUISTA

Ao relembrar dos meses de conquista, Carla, que guarda uma foto do namorado ao lado da cama,  se emociona e diz que não resistiu ao charme do futuro esposo. "Ele dizia coisas lindas para mim", conta.

Amigos de Jeferson ainda se colocaram contra o namoro e  diziam que eles não podiam continuar por causa da diferença de idade. "Os amigos dele reclamam, mas fazem a mesma coisa", rebate Carla, referindo-se aos adultos que costumam namorar com meninas menores de 18 anos. Mesmo assim a garota diz que o namorado tem medo. "Ele fica perguntando o que vai ser se a polícia  pegar a gente porque sou de menor", relata.

"Eu fui a peça fundamental para unir eles dois", garante a mãe de Carla. Ela contou que ficou convencida das intenções de Jeferson quando ele disse gostou da filha e que o projeto era de se casar. "Minha filha é muito nova, mas eu vi a sinceridade dele".

INOCÊNCIA

Ela afirma ainda que aprova o relacionamento porque não quer que a filha faça nada escondido. "Não quero que minha filha passe pelo que eu passei. Não tive o apoio de minha mãe e acabei engravidando aos 13 anos", lamenta. Uma semana antes de fazer 13 anos, o namorado contou para ela que não poderiam continuar porque a ex-namorada dele estava grávida.

Após a semana de sofrimento, a garota teve uma surpresa. No dia do aniversário, fizeram uma festa surpresa e Jeferson estava escondido dentro de uma caixa de presentes. "Quando eu abri o presente, ele saiu de dentro da caixa. Fiquei sem palavras. Ele falou que era tudo mentira e ainda fez uma serenata para mim", contou a garota que ainda ganhou um violão.

Por Anderson Sotero

veja também