Mensagem de líder de editora adventista destaca relevância da oração

Mensagem de líder de editora adventista destaca relevância da oração

Atualizado: Quinta-feira, 19 Maio de 2011 as 10:04

“Queres mesmo ver Cristo voltar” foram algumas das palavras entoadas na manhã desta quarta-feira, dia 18, durante o segundo dia de trabalhos da Comissão Diretiva Plenária da Divisão Sul-Americana, pela jovem cantora cega Jainara. A mensagem musical levou os mesários presentes a refletirem acerca da necessidade de preparação espiritual para cumprimento da missão de ensino da Bíblia Sagrada às pessoas e para a volta de Jesus conforme creem os adventistas do sétimo dia com base nos escritos bíblicos.

Posteriormente, o pastor Gabriel Cesano, gerente geral da Asociación Casa Editora Sudamericana (ACES), editora adventista localizada na Argentina, demonstrou através de textos bíblicos que a oração sempre teve grande importância no ministério do apóstolo Paulo. Ele destacou a necessidade de orações de gratidão pela salvação através da morte de Jesus Cristo e quão essencial é essa prática para que alguém possa falar de Deus aos demais. “A oração é essencial para a perseverança”, comentou Cesano.

Estatísticas – Um dos relatórios apresentados na manhã veio da Secretaria. O secretário da Igreja Adventista do Sétimo Dia para oito países sul-americanos, pastor Magdiel Perez, apresentou estatísticas em que fica claro que a maioria das congregações sul-americanas possui até 100 membros (70% do total). Nos últimos 30 anos, o crescimento do número de regiões administrativas mostra a necessidade de um melhor atendimento dos membros e das pessoas que procuram as igrejas e grupos. Já o crescimento de batismos e número de membros não ocorreu no último balanço. Na relação entre 2010 e 2009, houve uma queda de 5% no número de batismos. Quando se fala em dados fechados de número de membros, a queda ficou em 1,5% no comparativo entre 2010 e 2009. “Pelo menos metade das pessoas batizadas infelizmente estão saindo da igreja”, destacou Perez.

As secretarias das congregações adventistas sul-americanas, informatizadas na maior parte dos países e regiões, têm realizado há alguns anos ajustes para que efetivamente estejam registrados oficialmente como membros as pessoas que realmente fazem parte das comunidades eclesiásticas. Por outro lado, conforme ponderou o pastor Erton Köhler, líder sul-americano adventista, o desafio é crescer em qualidade e quantidade da mesma maneira, ou seja, não apenas ver novas pessoas tomando a decisão pelo batismos, mas ajudar para que elas permaneçam como membros motivados. “Nós vamos continuar sonhando em batizar mais pessoas. Queremos, no entanto, crescimento com qualidade e não apenas quantidade”.

veja também