Milagres em Moçambique

Milagres em Moçambique

Atualizado: Quarta-feira, 18 Agosto de 2010 as 4:25

O continente africano é amplamente conhecido pelas suas belezas naturais, como praias, parques, paisagens e cultura diversificada cheia de dialetos e vestimentas coloridas. Porém, não somente de forma positiva o país é visto, mas também por ser o lugar em que se realizam os piores feitiços do mundo.

A feitiçaria está presente em quase todos os países da África. Ocultas ou não, muitas pessoas sofrem por não saber como se proteger ou se livrar deles.

Na raiz da feitiçaria e das obras de inveja, a Igreja Universal do Reino de Deus chegou a Moçambique em 1992, e, desde então, tem levado a Palavra de Deus aos milhares de habitantes do país. 

De acordo com o responsável pelo trabalho evangelístico no local, bispo João Leite, aonde a Igreja chega, libertação e milagres acontecem. “O trabalho tem crescido muito, e a capacidade do Templo da Fé já não suporta o número de fieis que vêm em busca de ajuda”, comenta o bispo.

Milagre que Armando Francisco, morador da capital Maputo, buscou e alcançou. Desde Dezembro, ele sofria de dermatite avançada, que o impossibilitava de se locomover e causava muitas dores. “Toda vez que tentava andar, meus pés sangravam, razão pela qual a única alternativa que me restava era a muleta. Quando estava para começar a trabalhar é que me aparecia esse problema, mas quando não tinha nenhum compromisso, ficava bom. Já fui aos hospitais e lá me disseram que era dermatite. Desde dezembro estava fazendo o tratamento médico, sem sucesso”, relata.

Várias foram as portas que ele percorreu em busca da solução para o problema, desde tentativas científicas como espirituais. Armando conta que em um dos locais que visitou, foi informado de que uma tia havia feito uma obra de feitiçaria contra ele. “Suspeitávamos da minha tia. Ela dizia que não reconhecia tal coisa e negou ser responsável pela doença”, lembra.

O caso de Armando foi noticiado em um programa de tevê local e o bispo João Leite, ao assistir convidou o rapaz a buscar o milagre na Igreja, desafiando a doença. “Eu desafio esse mal que está lhe causando esse problema. E eu falo isso com propriedade, porque muitas pessoas já chegaram à IURD com problemas muito piores que o seu e Deus resolveu. Porque o seu não vai se resolver?”, indagou o bispo.

No domingo que sucedeu o desafio, Armando compareceu à Igreja e recebeu a oração da cura do Bispo João Leite. Dentro de uma semana, ficou notória a mudança do seu estado; as feridas foram cicatrizando e, hoje, Armando está completamente curado (foto ao lado), podendo usar sapatos e trabalhar normalmente.

A catedral da fé de Moçambique fica localizada à Avenida 24 de Julho, 2969, bairro Alto Maé, na capital Maputo.

veja também