Milagres marcam a primeira Ceia de Oficiais do ano da Igreja Renascer

Milagres marcam a primeira Ceia de Oficiais do ano da Igreja Renascer

Atualizado: Sexta-feira, 15 Janeiro de 2010 as 12

A primeira Ceia de Oficiais do Ano da Igreja Renascer, que aconteceu no último sábado, dia 9, no Ginásio do Corinthians, em São Paulo, foi marcada por vários testemunhos que mostraram a Glória de Deus.

Como acontece em todas as Ceias de Oficiais, o tempo foi insuficiente para que todas as pessoas relatassem seus testemunhar no altar. Muitas tiveram que contar suas experiências para serem gravadas pela Rede Gospel de Televisão. Foram dezenas de testemunhos, como milagres de cura, bênçãos financeiras, libertação de drogas.

Entre eles estava o testemunho da Rose, que freqüenta a Igreja Renascer Santa Cruz. Junto com seu marido, Rose sempre visitava a Casa Lar Abrigo e tinha o desejo de adotar duas crianças. No final do ano passado, o casal viveu a grande vitória: o Fórum de Franco da Rocha entrou em contato para comunicar eles estavam aptos a adotar duas crianças daquela instituição. Após compartilhar sua bênção, o Apóstolo Estevam Hernandes parabenizou o casal pela iniciativa.

Uma grande alegria tomou conta do povo de Deus quando a Cida contou sobre um grande milagre vivido por sua família. Depois de um diagnóstico de câncer, recebido em setembro de 2009, na vida de sua filha Yasmim, de 14 anos. Para debelar o linfoma haveria a necessidade fazer 12 sessões de quimioterapia, mas "para a glória de Deus ela fez somente seis sessões e está completamente curada", testemunhou a mãe apresentando todos os exames.

Sueli e o Márcio, de São Miguel, receberam a bênção de libertação de drogas. Ela e o marido estavam separados já há quase um mês porque ele era viciado em drogas. Marcio conseguiu passar um tempo em tratamento no Centro de Recuperação Renascer, onde, durante os seis meses, recebeu atenção e cuidados e de lá saiu restaurado. "Durante o Encontro de Mulheres, a Bispa Sonia liberou a palavra para todas as mulheres que tinham maridos viciados em drogas, dizendo que seriam libertos. No dia seguinte recebi o telefonema do CRR dizendo que meu marido estava curado", relatou Sueli.

Além de glorificar o nome de Jesus, o momento dos testemunhos na Ceia de Oficiais traz grande edificação para a igreja e deixa claro que as palavras proféticas liberadas pelo Apóstolo Estevam Hernandes se transformam em milagres na vida do povo

Postado por: Felipe Pinheiro

veja também