Ministra pede engajamento das igrejas na conscientização dos cidadãos

Ministra pede engajamento das igrejas na conscientização dos cidadãos

Atualizado: Quarta-feira, 20 Outubro de 2010 as 8:56

A ministra da Família e Promoção da Mulher, Genoveva Lino, solicitou hoje, em Luanda, maior engajamento das igrejas na conscientização dos cidadãos, com vista a uma convivência social digna.

De acordo com a ministra, que falava à margem de um encontro, no município do Sambizanga, com membros da sociedade civil, é necessário uma intervenção urgente dos cidadãos no sentido de se acautelar a inversão de valores cívicos e morais.

"Sabemos que a espiritualidade das pessoas deve estar sã para uma convivência social amena, daí a necessidade de uma maior ajuda e entrega das igrejas no desempenho de um papel preponderante para uma sociedade digna", enfatizou a governante.

Genoveva Lino apelou a todas as instituições quer públicas como privadas e a comunidade para tudo fazerem em torno da contribuição de uma rápida mudança de atitude e de comportamentos dos cidadãos a margem da lei.

A ministra considera importante utilizar-se todos os meios a disposição para se evitar a desestruturação das famílias como tem estado a acontecer em alguns agregados, alegadamente devido a problemas sociais.

Outrossim, a governante manifestou a sua preocupação em relação ao aumento paulatino dos casos de feitiçaria a nível de todo país, tendo, por este facto, solicitado maior atenção e cuidado a esse respeito.

Para uma apreciação abrangente dos problemas sociais dos munícipes do Sambizanga, a responsável visitou hoje o Comando de Divisão local da Polícia Nacional, a Sala de Partos do Centro de Saúde Dr. António Agostinho Neto e o Centro de Acolhimento de Jovens e Adolescentes, afecto aos Salesianos de Dom Bosco da Igreja Católica.

A visita faz parte de um programa direccionado aos municípios com o objectivo de se apurar o índice de violências e as condições sociais dos residentes.

veja também