Ministro Batista insta resposta bíblica em processo contra pastor

Ministro Batista insta resposta bíblica em processo contra pastor

Atualizado: Segunda-feira, 8 Novembro de 2010 as 5:29

À medida que a investigação da conduta Eddie Long continua, um líder batista está incitando os cristãos a não comprarem no "razzamatazz and hype", devido ao caso.

Long foi acusado de má conduta sexual e abuso de autoridade por quatro jovens que costumavam freqüentar a Igreja Batista New Birth Missionary , em Atlanta, Geórgia (EUA).

Embora sua mega-igreja tenha sua base nos EUA, Long tem um forte apoio dentro da maioria negra, na comunidade cristã do Reino Unido, em razão da produção de seus trabalhos em formato de áudio e venda de livros.

O reverendo David Shosanya, co-fundador da Street Pastors (Rua Pastores, na tradução literal) é um membro da Associação Batista de Londres e disse que o caso havia enviado "tremores" através de comunidades cristãs no Reino Unido e EUA.

Escrevendo na última edição da revista Keep the Faith ("Mantenha a Fé", na tradução literal), o líder disse que seria "equivocado e imaturo" tirar conclusões precipitadas sobre a culpa de Long, mas também seria "inútil que os cristãos se recusassem a aceitar ocasionalmente, falhas de ministros do evangelho".

"Circunspecção é necessária em casos como este", disse ele.

Shosanya advertiu que as percepções muitas vezes não eram objetivas e que era necessário que os cristãos olhassem para as Escrituras ap formularem suas respostas às alegações.

"Em primeiro lugar, devemos estar mais preocupados com as pessoas, que com a história", disse ele. "Em outras palavras, o nosso interesse deve ser para o suposto autor e as pessoas que fazem as acusações, e não no "razzamatazz and hype ".

"Ser bíblico em nossa perspectiva significa que reconhecemos que estamos lidando com indivíduos que são feitos à imagem e semelhança de Deus, e isso independentemente de as acusações serem verdadeiras ou falsas, as relações humanas têm sido severamente, talvez irremediavelmente, danificadas", lembrou.

Os quatro homens - agora com vinte anos de idade, aproximadamente - dizem que eram adolescentes quando Long lhes deu dinheiro e presentes caros, coagindo-os à prática de atos sexuais com ele. Em resposta ao rapazes e ao Tribunal "Dekalb County " do Estado na segunda-feira, Long admitiu dar os presentes homens e ocasionalmente partilhar o quarto com os membros de sua congregação.

Alguns cristãos indignados com as ações têm ido tão longe a ponto de protesto em frente da igreja de Long e pedir a sua demissão.

Shosanya disse que os cristãos deveriam ser mais preocupados com o estabelecimento da verdade do que a possibilidade de serem "envergonhados" pelas ações de um companheiro cristão e agarraque as pessoas seremas pessoas sejam restaurados e tenham a sua plenitude em Deus recuperada.

Ele também falou de seu desejo de ver o perdão, a justiça e a cura emergirem no caso.

"Se as acusações feitas contra o Bispo Long são encontradas para ser verdade, eles em si não vão impedi-lo de experimentar a graça de Deus", disse ele.

"O mesmo também é verdadeiro para os indivíduos que fazem as acusações. Suas experiências não precisam impedi-los de conhecer o amor de Deus e seu povo e, ao fazê-lo, encontrarem a cura, oferecendo o perdão", afirmou David.

Por Charles Boyd

veja também