Missão adventista na América do Sul relata milagres

Missão adventista na América do Sul relata milagres

Atualizado: Terça-feira, 9 Novembro de 2010 as 10:43

Na noite desta segunda-feira, dia 8, vários relatórios sobre o andamento da missão adventista na América do Sul foram marcados por histórias impressionantes. A primeira delas veio da Região Sul do Brasil, onde um rapaz com deficiência e analfabeto ajudou na conversão de uma psicóloga que o atendia. Este é um dos mais novos batizados e a ideia da Igreja Adventista na Região Sul é abrir novas 800 congregações nos próximos cinco anos e receber outros 100 mil membros dentro do projeto Templos de Esperança.

   Já no território da União Paraguaia, segundo a apresentar um relatório, a expectativa é a de fundar novas 90 congregações adventistas. O trabalho evangelístico é intenso e os resultados têm aparecido na vida de gente como Edgar Cantero, que inclusive esteve presente no Concílio, em Foz do Iguaçu, batizado no dia 30 de outubro durante a campanha de evangelismo via satélite. “Fui chamado por Deus e escolhido por Deus”.

Já na Argentina, terceira região a apresentar seu relatório, os desafios são grandes também. Com uma população de mais de 40 milhões de habitantes, a Argentina conta com pouco mais de 100 mil membros adventistas. Mesmo em locais ainda sem presença adventista, a mensagem bíblica de salvação tem chegado. É o caso de Vila de Soto, em Córdoba, onde um casal começou a orar por seus vizinhos e amigos e se dispuseram a evangelizar. Com a chegada da TV Nuevo Tiempo na região, parte da população teve a oportunidade de assistir à campanha evangelística com o pastor Mark Finley, em outubro de 2009. Hoje a localidade, que não tinha adventistas, tem reuniões adventistas com aproximadamente 40 pessoas frequentando e, ao menos, 26 delas batizadas.

veja também