Mohamed Merah é suspeito de matar 4 franceses

Atirador na França afirma ser combatente de Deus

Atualizado: Quarta-feira, 21 Março de 2012 as 3:32

Ao ser cercado na manhã desta quarta-feira (21) pela polícia, o francês muçulmano de origem argelina Mohamed Merah, 24, disse ser um "mujahid" (combatente de Deus), de acordo com as autoridades. Merah é o suspeito de ter matado na segunda-feira (19) três crianças e um professor de uma escola judaica em Toulouse. Ele também seria o autor do ataque que matou três militares no começo do mês. 

Conforme publicado no Paulopes Weblog, na terça-feira à noite, Merah telefonou a uma jornalista para dizer que o ataque à escola judaica foi um protesto contra a lei que proíbe o uso do véu islâmico nas repartições públicas francesas, além de ser a vingança pela morte de crianças palestinas. 

A polícia informou que o fanático religioso planejava mais um ataque, desta vez contra um soldado. A polícia encontrou bombas no carro de um dos irmãos de Merah. 

veja também