Moradores de Recife (PE) confiam mais em Deus que nos médicos, aponta pesquisa

Moradores de Recife (PE) confiam mais em Deus que nos médicos, aponta pesquisa

Atualizado: Quinta-feira, 21 Maio de 2009 as 12

Uma pesquisa promovida pela Faculdade Maurício de Nassau, de Recife, sobre a confiança das pessoas em caso de doença chegou a resultados surpreendentes: 48,7% das pessoas confiam mais em Deus para alcançar a saúde, enquanto 6,7% depositam a sua confiança nos médicos.

A pesquisa Saúde, Vida e Valores, que foi realizada por alunos do curso de biomedicina, fez a seguinte pergunta para 818 moradores de Recife: Você acredita mais na fé em Deus ou na medicina para a cura de uma doença grave?

Os resultados encontrados foram os apresentados anteriormente, sendo que 44,4% disseram que confiam tanto na medicina como em Deus para alcançarem a saúde.

"As pessoas têm necessidade de transcender a existência. Hoje, nos deparamos, por exemplo, com o crescimento do número de evangélicos no país, considerado um dos mais religiosos do mundo. A vertente neo-pentecostal, inclusive, onde se insere a Universal do Reino de Deus, baseia-se na tríade cura, exorcismo e prosperidade", explica a pesquisadora Karla Patriota, da Universidade Federal de Pernambuco, diante dos dados obtidos.

veja também