Morre Péricles Couto, um dos precursores da Missão Integral no Brasil

Morre Péricles Couto, um dos precursores da Missão Integral no Brasil

Atualizado: Quarta-feira, 10 Agosto de 2011 as 1:46

Morreu neste domingo, 7 de agosto, aos 64 anos o economista Péricles Couto, um dos pioneiros na discussão sobre a Teologia da Missão Integral no Brasil (em especial, Belo Horizonte, MG). Ele faleceu em um rápido processo de degradação causado pelo câncer.

Com a descoberta de um tumor na vesícula, Péricles foi submetido a uma cirurgia no dia 25 de julho. Na última quinta-feira (04/08), ele precisou fazer outra cirurgia. Porém no período pós-operatório sua pressão arterial caiu drasticamente, o que o levou à morte.

O culto fúnebre e o enterro aconteceram ontem à tarde, 8 de agosto, na capital mineira. O culto, marcado por homenagens, ocorreu na Primeira Igreja Presbiteriana de Belo Horizonte. “Na década de 1980 Péricles já falava de uma missão integral aos pastores de Belo Horizonte, quando poucos falavam. Ele nos obrigou a revisar nossa compreensão da missão cristã e a pensar fora da caixa”, disse Jeremias Pereira, pastor da Oitava Igreja Presbiteriana de Belo Horizonte (MG).

“Certamente o Péricles será lembrado pela sua paixão por Cristo, de quem foi constante servidor, e por seu largo coração, que acolhia a todos com uma rara gentileza e honestidade. Bom de prosa e hospitaleiro, abria sua casa para grupos de estudantes estudarem a Bíblia ou para vizinhos discutirem ações de melhorias no bairro. Ou simplesmente juntava amigos para festejar a vida”, lembram Margarete e Ageu Heringer Lisboa, autor do livro Sexo: Espiritualidade, Instinto e Cultura.

Com opiniões firmes, Péricles sempre foi um entusiasta da missão integral. Militava desde a década de 1980 na causa do reino de Deus. Atualmente era diretor executivo da Missão Aliança, em Curitiba (PR). Trabalhou com movimentos cristãos como a ABU (Aliança Bíblica Universitária) e Fraternidade Teológica Latino-americana (FTL), e com organizações sociais como a Visão Mundial. Tinha também um persistente compromisso com o serviço em igrejas locais. Foi presbítero e professor de escola dominical por anos. Recentemente, junto com René Padilla, organizou o livro “Igreja: agente de transformação”.    

veja também