Morre uma das primeiras obreiras da IURD

Morre uma das primeiras obreiras da IURD

Atualizado: Segunda-feira, 8 Novembro de 2010 as 10:26

Uma das primeiras obreiras da Igreja Universal do Reino de Deus, Bibiana Moreira de Farias, de 76 anos, morreu na madrugada da última terça-feira (02), na cidade do Rio de Janeiro (RJ), vítima de um AVC, sendo  sepultada na quarta-feira (03), no Cemitério de Inhaúma. Dona Bibiana era obreira desde 1977, quando a Igreja Universal foi fundada pelo bispo Edir Macedo, na antiga funerária, localizada no Largo da Abolição.

De acordo com o pastor responsável pelo trabalho evangelístico da região, Alexandre Barreto, a obreira, mesmo em idade avançada, não media esforços para se dedicar ao próximo por meio de visitas aos necessitados em hospitais e residências, anunciando a Palavra de Deus. Além disso, ela também teve uma conduta exemplar durante todo o período em que ofereceu apoio espiritual aos membros da Igreja, que a procuravam para receber orações e orientações de fé. “Ela era uma obreira muito dedicada e esforçada que ganhou muitas almas para o senhor Jesus”, comenta o pastor.

Dona Bibiana era viúva e deixou dois filhos, Sérgio e Maristela, além de dois netos, Jonatas e Mateus, e três netas, Mariana, Luciana e Carolina.

O pastor Alexandre ainda explica que, embora a morte seja considerada algo triste para a maioria das pessoas, para aqueles que creem em Deus ela representa apenas o começo de uma vida nova ao lado do Senhor Jesus.  “Existe um consolo e conforto dentro do coração dos amigos e familiares em relação à morte dela, porque temos a certeza que ela está nos braços de Jesus, pois ela combateu o bom combate, completou a carreira e guardou a fé”, ressalta.  

veja também