A motivação com que começamos os ciclos define a colheita final

A motivação com que começamos os ciclos define o que colheremos no final

Atualizado: Sexta-feira, 3 Janeiro de 2014 as 9:10

esperançaOntem eu li que o destino é uma caneta e não um livro... E penso que, seja como for, sofremos muito com más escolhas que fazemos, atitudes e palavra impensadas.
 
Talvez a caneta sejamos nós mesmo diante de muitas linhas tortas feitas de altos e baixos de uma história que vem construindo ou destruindo cada um de nós.
 
A vida de ninguém é feita de fotos de instagram ou frases bonitas no Facebook. A vida é feita de riso e choros que muitas vezes borram o dia. 
 
Só Deus sabe o que suportamos e como temos lidado com isso.
 
O melhor lugar pra nós é nas mãos dEle. Somente assim escreveremos o que é bom e certo. Mesmo assustados com a "tortura" de algumas trilhas.
 
Nas mãos de Deus contamos com a Graça de uma borracha chamada misericórdia, com uma régua chamada justiça e a Luz da Verdade que ilumina as lindas cores que só o estojo dos justos colore em paisagens de louvor e gratidão por FÉ.
 
Vivemos pelos olhos que acreditam no invisível. Sentimos regidos pelo que é Bom porque desejamos o final de PAZ que Ele sonhou pra nós.
 
Acredito muito no poder dos inícios.
 
A motivação e a dedicação com que começamos nossos ciclos define o que colheremos no Final. 
 
Estamos nas primeiras páginas deste ano. 
 
Dia de buscar o que há de BOM e SER o que temos de melhor em nós. 
 
Jogue suas sementes!!!!! O jardineiro é dedicado e excelente. Ele não tornará seu tempo em vão.
 
 
- Bianca Toledo
 

veja também