MPF pede anulação de concurso da Aeronáutica para pastor

MPF pede anulação de concurso da Aeronáutica para pastor

Atualizado: Segunda-feira, 11 Outubro de 2010 as 12:12

  O Ministério Público Federal no Distrito Federal pediu à Justiça que anule um concurso lançado pela Aeronáutica para a seleção de três padres e um pastor evangélico para servirem como capelães.

De acordo com a procuradora da República Luciana Loureiro Oliveira, autora da ação, a contratação desrespeita o princípio da Constituição segundo o qual o Estado deve ser laico e não privilegiar duas religiões em detrimento de outras.

''Pelo contrário, a laicidade impõe que o Estado se mantenha neutro em relação às diferentes concepções religiosas presentes na sociedade, sendo-lhe vedado tomar partido em questões de fé, bem como buscar o favorecimento ou o embaraço de qualquer crença'', afirma a procuradora. Ela quer que a Justiça conceda uma liminar para suspender o concurso, que está com as inscrições encerradas. O salário previsto para os sacerdotes é de R$ 4.590 por mês.

veja também