Muçulmano convertido é assassinado na Somália

Muçulmano convertido é assassinado na Somália

Atualizado: Terça-feira, 26 Abril de 2011 as 8:53

A comunidade cristã continua a ser alvo de violência no país africano Somália.  Greg Musselman, da Voz dos Mártires, no Canadá, disse que um cristão de 21 anos de idade - Adan Hassan Adawe - foi morto a tiros por dois extremistas muçulmanos ligados a grupos terroristas. "Ele tinha se convertido do islamismo ao cristianismo há vários meses e foi descoberto que era um cristão. Ele foi arrastado para fora de sua casa, baleado e morto."

De acordo com Musselman, este foi um assassinato planejado. "Quando eles fazem esses assassinatos, querem publicidade. É muito utilizado como uma tática para fazer medo a qualquer muçulmano que pensam em se tornar um cristão. Eles também põem medo nos corações dos crentes da Somália."

De acordo com a Compass Direct News, os cristãos da área disseram suspeitar que alguém tivesse informado aos militantes islâmicos da sua conversão.

A boa notícia, diz Musselman, é que isso prova uma coisa. "Quando este tipo de situação acontece, nos lembra que Deus está no trabalho, e porque Ele está no trabalho, a perseguição acontece, porque o Evangelho está ativo”.

Existem relatos de vários países muçulmanos que indicam uma mudança miraculosa do Espírito Santo, disse Musselman. "Muitos muçulmanos estão tendo sonhos e visões de Jesus ou estão começando a estudar a Bíblia por conta própria, com grande risco, porque eles querem saber mais sobre Jesus. Descobrem que Ele não é apenas um profeta, mas é o Filho de Deus, que morreu por seus pecados, e o aceitam como seu Salvador".

Enquanto Al Shabaab está tentando erradicar convertidos ao cristianismo, Musselman disse: "Meu coração se entristece quando vejo jovens como Hassan, que têm zelo de contar aos outros sobre Cristo, sendo mortos”.

veja também