Muçulmanos furiosos com cristãos

Muçulmanos furiosos com cristãos

Atualizado: Sexta-feira, 22 Outubro de 2010 as 8:49

Líderes cristãos do Quênia apoiaram a extradição de suspeitos de terrorismo para o Uganda, mas as expulsões enfureceram os muçulmanos no leste do país Africano.

Mais de 10 quenianos muçulmanos, suspeitos de estarem ligados aos ataques em Campala, que teve lugar durante a Copa do Mundo, foram presos e levados para o vizinho Uganda, para julgamento.

Para o reverendo David Gathanju, moderador da Igreja Presbiteriana da África Oriental, se o crime foi cometido em Uganda e, se a extradição vai reduzir o crime, ele vai apoiar. "A troca de suspeitos num caso como este envia um sinal positivo aos países do Leste Africano e da comunidade internacional de seu compromisso contra a guerra o terror", conclui.

veja também