Mulher é libertada de 36 anos de vício do crack, após se entregar a Jesus

Marisol de Fátima conheceu as drogas aos 12 anos, chegando a morar nas ruas. Mas, ao se converter a Jesus, ela teve sua vida transformada.

fonte: Guiame, com informações da Junta de Missões Naconais

Atualizado: Quinta-feira, 6 Julho de 2017 as 8:45

Foi com a ajuda de sua família que Marisol chegou a Cristoândia e teve um encontro com Deus. (Foto: JMN).
Foi com a ajuda de sua família que Marisol chegou a Cristoândia e teve um encontro com Deus. (Foto: JMN).

Em um mundo com tantas influências malígnas, não é difícil ceder às tentações. As festas e má influências são fatores que acabam levando muitos jovens para o mundo das drogas, um caminho que para tantos parece não haver saída. Mas, pela graça e bondade de Deus, a história de Marisol de Fátima Ribeiro não acaba de forma triste.

Hoje, a mulher de 53 anos, natural de Pouso Alegre (MG) pode se alegrar pala sua salvação. Mas, sua jornada é repleta de desafios. Aos 17 anos ela começou a se envolver com drogas, começando com o álcool e cigarro e chegando à cocaína. Ela chegou ao fundo do poço aos 43 anos quando conheceu o crack, no Rio de Janeiro.

Foram 36 anos vivendo como uma escrava das drogas, chegando a morar nas ruas do Rio de Janeiro. Sem qualquer dignidade e esperança de vencer seu vício, ela se viu desesperada, até que uma atitude viria a mudar sua vida.

Sua família, tendo conhecimento de sua situação e conhecimento da obra de Cristolândia, encaminhou Marisol para a unidade de Governador Valadares (MG), onde desde 2016 recebe os cuidados necessários para sua recuperação física, emocional e espiritual. Foi lá onde ela entregou sua vida a Cristo e já disse que se batizará em breve, declarando Jesus como Senhor e Salvador de sua vida e testemunhando a transformação que tem vivido.

Cristolândia

Visando ajudar crianças, adolescentes, jovens e adultos em situação de rua e de vulnerabilidade social, o projeto Cristolândia, nome que contrapõe a chamada Cracolândia, oferece cerca de 1982 refeições diárias, espaço para banho, lavanderia, troca de roupas, calçados e corte de cabelo, no estado de São Paulo.

Além de oferecer cultos diários, disponibiliza abrigo e acolhimento. A Missão tem seis Centros de Formação. De acordo com as condições e interesses, os acolhidos são encaminhados para comunidades terapêuticas, cursos de profissionalização e colocação no mercado de trabalho, Centros de Formação Cristã e para Seminários Batistas. Alguns se tornam voluntários do Projeto Radical-JMM e do Coral da Cristolândia.

veja também