Músicos são ministrados na 2° edição da Conferência de Música

Músicos são ministrados na 2° edição da Conferência de Música

Atualizado: Segunda-feira, 27 Setembro de 2010 as 9:25

Músicos e adoradores de vários lugares do nordeste estiveram presentes na 2° edição da Conferência de Música - Adoração dos Últimos Tempos, na Igreja Verbo da Vida sede em Campina Grande, PB, ouvindo ensinamentos preciosos sobre música e adoração e ainda desfrutando de momentos do mover do Espírito Santo.

Neste ano, os preletores foram o Pr. João Roberto e sua esposa Jannayna Albuquerque, assim como Rejeanna Sluder, ministra de música ex-integrante da banda que viajava para ministrar louvor nas cruzadas com o irmão Kenneth Hagin.

Na abertura, a liderança do departamento de música convocou os líderes de louvor dos adolescentes da IEVV sede, Daniel Ferreira e Déborah Almeida, em que citaram versículos e frases que abordavam o tema do evento.

O Ministério de Louvor Celebrando a Verdade também esteve participando do evento, ministrando louvor ao Senhor.

SEXTA

Na abertura, Rejeanna Sluder contou um pouco de sua experiência com o irmão Hagin, ressaltando a importância de permanecermos prontos em tempo e fora de tempo para sermos usados por Deus.

Ela compartilhou que tinha ao seu lado alguém que acreditava no seu potencial, e não olhava apenas para o grupo de louvor como participantes, mas sim, como ministros da Palavra do Senhor. Rejeanna demonstrou um coração grato em poder servir hoje ao filho dele, o pastor Kenneth W. Hagin.

SÁBADO

No sábado pela manhã, todos receberam ensinamentos preciosos com a líder do grupo de música da igreja sede em Campina Grande, Cristiane Stephanie. Ela falou sobre os verdadeiros adoradores, fazendo um paradoxo entre a adoração no tempo de Salomão e Davi, em que era feita em templos ou em tendas. E a Adoração feita hoje, em que o véu foi rasgado e temos livre acesso ao Santo dos Santos.

Ela convidou alguns músicos à frente, que com cânticos espontâneos, inspirados pelo Espírito, profetizaram, adoraram, louvaram e se consagraram ao Senhor. "Não chamei essas pessoas aqui à frente porque elas têm a voz bonita, até porque o Senhor não busca isso, mas sim adoradores de verdade. Qualquer pessoa consagrada pode levantar uma adoração espontânea verdadeira", disse Cristiane.

No segundo momento, o Pr. João Roberto pregou a Palavra dizendo que "adoração não é só para músicos, mas para todos que são filhos de Deus".

Ele falou ainda do cuidado que o músico deve ter com o proceder, e não só estar pronto quando estiver escalado para ministrar. Devemos levar a sério as coisas de Deus, porque Ele nos acompanha 24 horas do nosso dia.

À tarde, houveram oficinas com Rejeanna Sluder, Everton Fernandes e Marcos Costa.

Rejeanna iniciou citando o texto de Atos 2.17, dizendo que vemos nos dias de hoje Deus derramando de Seu Espírito sobre toda a carne. "Você nada mais é do que um recipiente da Glória de Deus", afirmou ela.

Ela disse ainda que músicos podem ser usados por Deus para abençoar vidas com os seus instrumentos, coisas que são transmitidas ao seu espírito e, a glória de Deus ser manifesta na igreja. "Aquele que adora ao Senhor deve adorar em espírito para que esteja posicionado no que está escrito em Atos", alertou.

Em seguida Everton Fernandes falou sobre a forma que estamos nos dedicando ao Senhor, e a importância de cada um no grupo de louvor. Ele citou I Timóteo 3:1-10 mostrando como Paulo ensinou Timóteo as qualificações necessárias para servir no ministério de socorros.

Marcos Costa explanou sobre a visão do evento e ressaltou que devemos alinhar a nossa vida com a Palavra nos últimos tempos. Ele abordou também o tema "criatividade", valorizando a união entre as habilidades naturais e as espirituais.

A programação foi encerrada com um simpósio, em que Cristiane Stephanie, Everton Fernandes e Marcos Costa responderam a alguns questionamentos dos participantes.

O culto a noite foi marcado pelo mover do Espírito. Rejeanna Sluder cantou magnificando e exaltando a Cisto.

Em seguida, ela pregou falando a respeito dos rios de águas vivas que fluem de dentro dos adoradores. E estes, possuem a responsabilidade de servir águas vivas para o povo de Deus, para os pecadores, para as pessoas que estão em cadeias.

"Quando estamos em intimidade com Deus, discernimos os tempos e as coisas ao nosso redor, assim temos acesso a essas águas vivas que estão dentro de nós. Temos que nos manter em intimidade com Deus para o fluir dessas águas", declarou ela.

No encerramento, líderes de grupos de música e pessoas que são "back vocal", foram chamados à frente para receber oração. E uma unção de alegria e liberdade encheu o lugar.

DOMINGO

No domingo pela manhã, aconteceram dois momentos de ministração. O primeiro foi com Jannayna Albuquerque. Ela exortou aos ministros de música a procederem de acordo com a Palavra de Deus, inclusive em relação a vestimentas.

Jannayna disse ainda sobre a importância de nos consagrarmos, para termos uma vida limpa, ressaltando que a técnica para o louvor tem o seu devido lugar, mas uma vida digna trará a manifestação do Senhor. "Procedimento certo exala cheiro de santidade", disse ela.

A segunda ministra da manhã foi Shirla Lacerda. Ela abordou o tema: "Unção para fazer". "Temos que fazer o que Deus nos chamou para fazer, não devemos nos exaltar e achar que podemos fazer o que não fomos chamados. Às vezes, vemos alguém fazer algo com tanta facilidade que achamos que também somos capazes de fazer, mas o que faz essa pessoa desempenhar algo tão bem é a graça de Deus".

Na ocasião, a organização do evento preparou uma surpresa especial: foram homenageados os músicos que fizeram parte do inicio no ministério de louvor ao lado do Ap. Bud Wright, como: Brasil, Davi, Orlando, João Batista, Sérgio Pessoa e Patrícia Alves. Foram também homenageados: Pr. João Roberto, Rejeanna e o ministério de música Celebrando a Verdade.

À noite, foi o encerramento da conferência. E mais uma vez, Rejeanna ministrou e um forte mover do Espírito encheu toda a congregação.

Rejeanna enfatizou sobre a liberdade que temos em Cristo hoje. Cantou e salmodiou com os irmãos. Depois, pregou a Palavra de Deus incentivando-os a reacenderem a chama do Espirito dentro deles, vivendo uma vida fervorosa em Deus.

Assim, a 2ª edição da Conferência de Música foi encerrada, deixando em todos os conferencistas a responsabilidade de praticar o que ouviram, bem como grandes expectativas para participar novamente no próximo ano.

veja também