Mutirão da Cidadania atende mais de 170 pessoas e cerca de 20 animais

Mutirão da Cidadania atende mais de 170 pessoas e cerca de 20 animais

Atualizado: Sexta-feira, 1 Outubro de 2010 as 10:41

Em um domingo chuvoso, na cidade de Jacareí, SP, das 9h30 às 14h, o projeto social ECOE (Espaço Comunidade Esperança) contou com a participação de cerca de 60 profissionais voluntários. Veterinários, psicólogos, advogados, esteticistas, dentistas, enfermeiros, palestrantes, cabeleireiros e uma biomédica, aceitaram dedicar parte do seu tempo para atender gratuitamente a pessoas e animais. A fanfarra do clube de desbravadores “Luzeiros do Vale” apoiou a iniciativa.

Segundo o pastor e idealizador do projeto, Pablo Cisneros, “o bairro foi escolhido por abrigar uma comunidade carente que não tem acesso fácil a atendimento médico. A ideia é realizar um Mutirão da Cidadania a cada trimestre em um bairro diferente”.

A operadora de telemarketing Maria da Penha Arruda foi ao mutirão para um atendimento odontológico, e saiu aliviada, pois o problema não era tão grave quanto ela imaginava: “Eu estava com um problema nos dentes de baixo, e achava que fosse algo muito caro, no entanto, é algo super simples, e pode ser resolvido com a prática de um creme dental para sensibilidade. Algo simples, que eu achei que fosse impossível no momento pra mim, por estar desempregada”.

Dezenas fizeram teste de glicemia e receberam orientação sobre saúde preventiva.

Muitas crianças compareceram e, algumas, além de buscarem atendimento, trouxeram também os animais para uma consulta. Carlos trouxe Scooby, que estava um pouco doente. Já Eduarda trouxe o Snopp para uma consulta de rotina. O diagnóstico dos animaizinhos mostrou anemia.

Diferente deles, o aposentado Milton Operman trouxe seu cãozinho que fraturou a perna há poucos dias. A consulta mostrou que a fratura foi consolidada, mas detectou uma otite, muitas pulgas e anemia profunda. Milton ficou sabendo do programa através da filha e aprovou o atendimento.

A equipe de atendimento médico nutricional aferiu pressão, verificou peso e altura, além do IMC, índice de massa corporal. O resultado mostrou um quadro preocupante, já que 25% das pessoas atendidas, entre adultos e crianças, estão desnutridas. Outros 70% estão obesos. E apenas 5% dos atendidos estão com o peso normal.

Outras constatações: crianças de 9 anos apresentam peso de 6 anos de idade, e adolescentes de 15 anos estão com peso de crianças de 10 anos.

A AJD (Associação Jacareiense de Diabéticos) também esteve presente realizando testes de glicemia. A ação social incluiu ainda palestras sobre vida saudável e massagem terapêutica.

A dentista Daniela Kamoy vê a oportunidade de servir como uma forma de gratidão a Deus pelo conhecimento adquirido: “pra mim representa devolver às pessoas um pouco daquilo que Deus me proporcionou aprender”.

“É sempre um privilégio tirar um tempo e doar para ouvir as pessoas e orientá-las naquilo que elas necessitam. É uma experiência que vai marcar minha vida,” afirmou a psicóloga Tereza Cristina Knupp.

Muitas pessoas atendidas ao final da consulta quiseram saber quem estava bancando a iniciativa e qual o endereço da igreja adventista mais próxima. No total foram atendidas mais de 170 pessoas e cerca de 20 animais.  

veja também