Na cruz, o poder foi liberado e entrou em ação

Na cruz, o poder foi liberado e entrou em ação

Atualizado: Sexta-feira, 27 Setembro de 2013 as 9:39

cruzPendurado na cruz, Jesus parecia qualquer coisa menos poderoso. Escarnecido pela multidão, torturado pelos soldados, abandonado por Seus amigos, lentamente sangrando até a morte, Jesus estava totalmente impotente. 
 
Entretanto foi na cruz que o poder de Deus foi liberado. Como pode ser? 
 
Uma maneira de entender isso é através da energia nuclear. Em cada átomo, forças positivas e negativas mantêm-se unidas em equilíbrio. Mas quando o átomo é partido, positivo se separa do negativo e poder é liberado, para destruição ou para benefício. 
 
Algo assim aconteceu na cruz. Pendurado lá, Jesus experimentou em Si mesmo duas forças opostas – a força negativa de nossos pecados e a positiva do amor de Deus.
 
Jesus era o Filho de Deus santo e perfeito, entretanto, na cruz, como vimos antes, Ele tornou-se “pecado por nós.” Lá Ele tornou-se o centro cósmico onde todo mal e bondade encontraram-se.
 
Finalmente, Jesus conquistou o mal, que partiu-se, liberando novos poderes de justiça e ressurreição. Mal, morte, culpa e medo são conquistados, enquanto o poder do amor de Deus é liberado para todo aquele que pede. 
 
Em três dias esse novo poder entrou em ação, quando Cristo gloriosamente e triunfantemente ressuscitou dos mortos. E desde então, uma onda de poder espiritual tem varrido o mundo, geração após geração, trazendo a nova vida de Deus para tudo o que toca. 
 
 
- Reinhard Bonnke
 

veja também