Na igreja de Rick Warren, ex ministro Tony Blair, fala sobre fé

Na igreja de Rick Warren, ex ministro Tony Blair, fala sobre fé

Atualizado: Quinta-feira, 10 Março de 2011 as 8:57

Pastor Rick Warren e o ex-Primeiro Ministro Tony Blair compartilharam um Domingo de bate papo  em frente a mais de 2.600 pessoas sobre fé, Oriente Médio, globalização, e 11/09.

Falando no sétimo dia do Fórum Civil da Saddleback, Blair disse a Warren que ele acredita que a questão mais importante a longo prazo está centrada na fé. Enquanto diversas pessoas são forçadas a viver juntas, ele disse na Igreja Saddleback na Lake Forest, Califórnia, a chave da questão é, “Como podemos encontrar um entendimento comum?”

“A fé te ensina a entender que há algo mais importante do que você mesmo, o que é um princípio importante para trabalhar melhor no mundo. Se indivíduos podem ver pessoas de fé em ação, ajudando no apoio de outros, isso faz esse processo de globalização mais fácil,” disse Blair.

O ex-primeiro ministro disse também, “se fé não tem o papel principal, então arrisca ser um processo de globalização sem valores, sem crenças, sem convicção.”

Warren, que fundou uma das maiores Igrejas nos Estados Unidos, convidou Blair a participar no fórum de “Paz na Economia Globalizada.” Convidados do fórum civil passado, incluíram o Presidente George W. Bush, Rwandan Presidente Paul Kagame, e os candidatos presidenciáveis Barack Obama e John Mc Cain.

Blair, que serve como o Enviado do Quarteto (Estados Unidos, as Nações Unidas, a União Européia e Rússia” no Oriente Médio, também disse que ele quer ver o mundo “onde as pessoas de diferentes fés podem alcançar um entendimento da fé de alguém que seja diferente da dele.”

“No mundo, fé é parte do futuro e do progresso – não é uma relíquia do passado,” disse ele.

Warren compartilhou que as pessoas não devem somente tolerar pessoas de diferentes fés das deles, mas tratar os outros com dignidade.

“O diálogo interreligioso não significa comprometer sua fé ou encontrar um denominador menor comum, mas explicar a fé de cada um para um melhor entendimento,” explicou Warren.

Uma dos destaques da noite foi quando Blair recebeu aplausos de pé por sua liderença durante os ataques 11/09 no Estados Unidos.

“Em face do mal, os espectadores não são melhores que os autores,” disse Warren ao Blair. “Eu posso dizer em nome da América, te agradeço por sua liderança.”

Blair disse que muitas pessoas questionaram seu apoio ardente pelos Estados Unidos depois dos ataques de 11/09. Mas ele explicou que sua resposta aos ataques terroristas não foi somente sobre apoiar os Estados Unidos, mas também sobre defender o sistema de crença.

“Para mim, o 11/09 não foi simplesmente um ataque nos Estados Unidos,” disse Blair. “Foi um ataque sobre um sistema de crença, que nós compartilhamos. As pessoas diriam, ‘Por que você está tão pelos Estados Unidos?’ Eu costumava dizer, olha, isso não foi pelos Estados Unidos, isso foi pelo nosso próprio país. Se não tivéssemos nos posicionados com vocês naquele momento, não teríamos mostrado a convicção nos nossos valores, porque isso foi o que foi sendo o ataque.”

Em relação ao Oriente Médio, Blair falou sobre como as pessoas querem democracia mas o desafio é desenvolver como que isso poderia ser na prática. Ele disse que a democracia é mais do que o direito de votar a cada quatro anos, mas “o direito de votar deve conduzir a outras liberdades.” Blair também advertiu que quando um país está em desordem e desorganizado, islamistas extremos são “bem organizados.”

“Por isso é que nós devemos estar por trás das pessoas e apoiar … devemos ajudá-los a construir a instituição e uma mudança sistemática,” enfatizou ele.

Blair, que é fundador da Fundação de Fé Tony Blair – que promete respeito e entendimento entre as maiores religiões também compartilhou seus pensamentos sobre o que faz um bom líder.

“A liderança não se trata de não ser um ser humano normal como você é,” disse Blair. “Enquanto a capa de responsabilidade flutua, é que apesar de seu medo e de sua própria dúvida e tudo que você sabe que pode dar errado, você toma a capa e a coloca.

“Grandes líderes são humildes e sabem suas próprias fraquezas.”

No final da noite, Rick Warren e sua esposa Kay apresentou Blair com a terceira Medalha Internacional da PEACE para promover reconciliação e avançar os objetivos da iniciativa de PEACE: Promover reconciliação, Equipar líderes serventes, Assistir os pobres, Cuidar dos doentes, e Educar a próxima geração.

“O compromisso de Tony Blair para reconciliação e paz no Oriente Médio é algo que nós queremos honrar, e a Rede de Igrejas Purpose Driven Church em 168 países o escolheram como recebedor da Medalha Internacional Anual da PEACE,” disse Warren enquanto ele apresentava o prêmio.

Os ganhadores passados do PEACE incluem o ex-presidente George W. Bush em 2008 pelo seu trabalho de cuidar daqueles afetados com AIDS na áfrica, e o Presidente da Ruanda Paul Kagame, pelo seu trabalho na reconciliação depois do genocídio do país.

veja também