Não 'ache', não julgue!

Não 'ache', não julgue!

Atualizado: Sexta-feira, 20 Setembro de 2013 as 7:52

julgarLeitura Bíblica: Tiago 4.11-12
 
Quem é você para julgar o seu próximo? (Tg 4.12b)
 
Certo dia, duas pessoas conversavam sobre outras que compravam fiado alimentos na cantina da igreja e não pagavam por eles. Havia uma que devia desde a última venda realizada e que, além de não pagar, saía de fininho sem ao menos cumprimentar ninguém toda vez que o dirigente avisava sobre a necessidade de quitação. Outra, desde o dia que fizera sua compra, há quase dois meses, não aparecera mais na igreja. E mesmo sem terem seus nomes mencionados, entraram para a lista dos “caloteiros”.
 
No dia seguinte a essa conversa, procurei uma das pessoas que foram chamadas de “caloteiras” – a que saía de fininho. Eu sabia que até então ela sempre pagara em dia os lanches adquiridos na cantina. Talvez estivesse desempregada ou com alguma outra dificuldade. Soube que, entre outras coisas, ela necessitava de óculos, pois nem a Bíblia tinha como ler. Quanto à outra, que há quase dois meses não aparecia nas programações da igreja – fugindo da dívida, segundo alguns imaginavam – soube nesse mesmo período que estava com a saúde abalada e sem condições de andar.
 
Temos forte tendência a “achar” isso ou aquilo sobre as pessoas e situações. E pior é que baseados nos “achos” criticamos, julgamos e condenamos. Esquecemos que Jesus disse: “Não julguem, para que vocês não sejam julgados. Da mesma forma que julgarem, vocês serão julgados; e a medida que usarem, também será usada para medir vocês” (Mt 7.1-2). Em vez de criticar e fofocar, devemos estender nossas mãos para ajudar nosso próximo a se erguer e a caminhar, oferecendo a ele algo que possa reverter a situação pela qual está passando. Precisamos exercitar mais o amor, a tolerância e a misericórdia, e menos a nossa língua – que, como diz Tiago, está cheia de veneno mortífero (Tg 3.8). – CPB
 
Não devemos julgar as pessoas – ainda mais se não conhecemos todos os fatos!

veja também