Não precisamos ser marionetes ou fantoches pendurados em barbantes.

Não precisamos ser marionetes ou fantoches pendurados em barbantes.

Atualizado: Terça-feira, 15 Janeiro de 2013 as 11:54

A satisfação é uma figura solitária de quem pede carona, que se reflete no espelho retrovisor do carro, enquanto o motorista meio sem jeito segue disparado pela rodovia.

Poucos percebem que deixaram para trás aquilo que estava procurando. Ainda que tivessem observado um objeto como se fora apenas uma sombra, com sua visão periférica, não haveria tempo para diminuar a marcha e investigar o ocorrido.

O egoismo é algo devastador. Veja o dono de um comércio que atende seus clientes com alegria e satisfação enormes, mas a ambição egoística não vai permitir-lhe descansar enquanto não abrir mais dez novos comércios, e ficar rico.

"Seja a vossa vida sem avareza, contentando-vos com o que tendes." Heb. 13:5.

Gosto de ouvir as opiniões das pessoas que acho que se preocupam comigo. Deve ser o seu caso também, mas tenho uma regra: Não é muito fácil caminhar em descompasso,porém, sei que só devo dar ouvido a quem está autorizado a tocar tambor.

Com o passar do tempo acabamos descobrindo que aquela pessoa solitária que pedia carona , e que deixamos à beira da estrada muitos quilômetros atrás, está sentada ao nosso lado... e vai sorrindo todo o percurso.

Não precisamos ser marionetes ou fantoches pendurados em barbantes. Fico triste ao ver que as pessoas são livres para fazerem o bem e geralmente imitam umas as outras sendo facilmente manipuladas e consequentemente infelizes.

O segredo? Ser autêntico. Dar e receber carona. Saber para onde vai. Caminhar em boa companhia - Com Jesus.

 

Por Estivel Ramos

veja também