“Não temos deixado Jesus entrar na nossa bolha de proteção”, alerta Gabi Sampaio

A cantora ministrou em um culto especial para mulheres durante a Expoevangélica em Fortaleza.

fonte: Guiame, Karlos Aires

Atualizado: Sábado, 7 Julho de 2018 as 3:14

Gabi Sampaio ressaltou a importância do ser humano deixar Deus trabalhar seu coração e não se fechar para Ele. (Foto: Divulgação)
Gabi Sampaio ressaltou a importância do ser humano deixar Deus trabalhar seu coração e não se fechar para Ele. (Foto: Divulgação)

A cantora Gabi Sampaio foi a convidada deste ano para a ministração especial às mulheres, que aconteceu na manhã deste sábado (7) durante a programação da Expoevangélica em Fortaleza, no Ceará. Em sua pregação, ela destacou a importância de deixar o coração livre para Deus trabalhar.

Ela citou a passagem bíblica de Provérbios 4:23, que diz: “Sobre tudo o que se deve guardar, guarda o teu coração, porque dele procedem as fontes da vida”. Baseando-se nisso, ela disse que muitos cristãos têm guardado o coração até mesmo do próprio Deus.

“A gente tem guardado o coração até de Deus. Nós não temos deixado Jesus entrar na nossa bolha de proteção como se Ele viesse somente para nos julgar. O Espírito Santo não vêm para apontar o dedo”, disse ela sobre  nosso relacionamento com o Criador.

Em entrevista ao Guiame, Gabi salientou que por mais que o homem seja imperfeito, Deus nos cobre com sua perfeição. “Eu acredito nessa nossa imperfeição que foi coberta por Jesus. Continuamos imperfeitos, seremos imperfeitos, até que a gente volte para a Glória”, disse.

“Mas, Ele lança seu sangue sobre nós e nos fez parte dessa eternidade. Ele nos transformou em perfeitos quando olhou para nós. Não é que nós somos perfeitos, no sentido de não errarmos mais, mas é porque o sangue de Jesus nos fez completos, nos fez suficientes para estar com Ele”, continuou.

Gabi Sampaio em entrevista para o Guiame. (Foto: Divulgação)

Cobrança de perfeição

Para Gabi, um dos motivos pelo qual muitos cristãos acabam deixando as igrejas é a cobrança exagerada de perfeição. “Um grande problema que a gente tem hoje é justamente isso, uma cobrança de perfeição de um Deus muito severo, quando na verdade não é assim”, disse.

“E então, parece que Ele não ama a gente. E então a gente fica contando com as nossas forças para suprir essa necessidade de perfeição e não é isso que Ele pediu de nós. Ele pediu pra gente vir fraco e Ele nos fazer fortes. Ele quer que a gente venha do jeito que a gente está para Ele completar o que falta”, explicou.

Gabi reforça que Deus nos torna melhor por conta de sua perfeição. “Não é que Ele não aceite a gente como somos. Mas, ele nos completa e pode fazer melhor do que já somos. E essa necessidade de perfeição deixa a gente decepcionado com Deus”, pontuou.

“Deixa a gente frustrado por não poder fazer tão bem quanto a gente acha, porque a gente está olhando com um olhar humano. Mas, quando a gente olha com o olhar de Deus, tudo fica diferente. A nossa motivação é outra e os nossos frutos são outros”, disse.

O véu rasgado

A cantora  ainda abordou que mesmo imperfeitos, podemos ter acesso ao Pai, sem precisar de liturgias. “Como diz a Palavra de Deus, o povo se perde por falta de conhecimento. Acho que o nosso problema, a nossa falta de conhecimento de Deus faz com que a gente fique descrente das coisas que Ele mesmo fez”, disse.

“Nos tornamos descrentes justamente porque a gente não conhece Ele tão bem ao ponto de se entregar por inteiro. O que ele fez? O véu rasgou, ponto final. Não tem jeito da gente ficar tentando voltar, não têm jeito da gente voltar a diminuir o fato que aconteceu”, coloca.

Gabi explica que há cristãos que reagem como se não houvesse acesso a Deus. “Até os dias de hoje, tem gente andando como se este véu estivesse no nosso rosto. O que a gente precisa é de talvez um avivamento do conhecimento de Deus, para que  gente possa andar com a ousadia que Deus nos chamou para ter, porque aí a gente só consegue quando temos a revelação de quem Jesus é e de quem somos em Jesus”, ressaltou.

veja também